Televes Televes
Televes
Language: en | fr | de | it | pl | pt | ru | es | en-us
Televes
Televes
Televes
Televes

Informa 44 (Junho 2011)

AttachmentSize
it_44.pdf1.33 MB
Fecha: 
06/2011

  Sumário:

  • Divulgação: Plano de Formação Televes +
  • Perguntas Frequentes: (FAQs): O consumo de energia de um receptor TDT é relevante?  + 
  • Novidades de Produto: Série MicroKom - Amplificadores interiores de vivenda - CATV +
  • Fotos curiosas: O Barato queima! +
  • Dica: Adicionar sinais AV na rede RF CATV ou SMATV +
  • Instalações reais: Vale do Rio Hotel Rural +
  • Formação: Mais de 150 Canais Gratuitos disponíveis para Hotelaria +

 

 

Plano de Formação Televes

ITED II - PROJECTO E CÁLCULO
A semelhança da edição anterior do Manual ITED, a Televes irá apresentar o Guia de Aplicações ITED 2 dedicado ao actual Manual ITED em acções no Porto (29 de Junho), Coimbra (04 de Julho), Santarém (08 de Julho) e Faro (13 de Julho).
Para além das temáticas como a Recepção, Amplificação e Rede de Distribuição serão abordados assuntos sobre projectos ITED em Infra-estruturas Especiais como Lares, Hospitais, Escolas, Hotéis, etc.
Para auxílio aos seus projectos, será também apresentado o Novo Software CAST 60 para auxílio ao cálculo de redes SMATV/CATV de redes ITED e ITUR.
ACÇÕES DE SENSIBILIZAÇÃO - ACIST
A ACIST,Associação Empresarial  

 

de Comunicações de Portugal vai realizar Acções de Sensibilização relativas ao ITED, ITUR, Fibras Ópticas e Televisão Digital Terrestre. A Televes participa como parceiro pertencente ao Núcleo de fabricantes.

Entidades como a ANACOM e a ASAE também estarão presentes onde serão abordados temas como Sensibilização, Regulação, Qualidade e Conformidade de Equipamentos e Produtos.

 

A Televes estará presente nestas acções com uma Unidade Móvel para apresentar as últimas novidades do mercado.
Os eventos terão lugar em mais de uma dezena de locais no País incluindo as ilhas e serão desenvolvidos até final do ano, onde as primeiras acções serão realizadas nas seguintes datas:
Porto (17 de Junho), Aveiro (27 de Junho), Coimbra (01 de Julho), Fátima (06 de Julho) e Guarda (15 de Julho).
Em ambos a informação sobre os eventos, inscrições, programas detalhados e localização respectiva está disponível em: www.televes.com

Indice

Série MicroKom - Amplificadores interiores de vivenda - CATV


A gama de Amplificadores Interior de Vivenda MicroKom dedicada a redes CATV caracteriza-se pelo facto de o canal principal e o canal de retorno possuírem ajustes de equalização e atenuação garantindo um ajuste do nível de saída ideal de acordo com as necessidades do instalador. Para garantir a precisão os ajustes são realizados através de jumpers que permitem seleccionar os valores pretendidos em atenuação e equalização, em intervalos de valor fixo. A vantagem na utilização dos jumpers permitem uma fácil e rápida leitura dos valores ajustados, assim como a garantia de que numa troca por avaria o amplificador substituto fica com os mesmos ajustes.
 O canal de retorno activo, é totalmente configurável através
 

de jumpers. A margem de atenuação de sinal é de 0-18 dB, em intervalos fixos de 2dB e o equalizador é igualmente configurável e a sua margem é de 0-6dB em intervalos de 3dB.

O canal principal possui na entrada um atenuador e equalizador, ambos configuráveis mediante jumpers, numa margem de 0-18 dB, em intervalos fixos de 2dB. Existe ainda a possibilidade de um ajuste de 6dB de atenuação e equalização entre etapas, através dos jumpers duplos. De acordo com a sua posição a atenuação/ equalização pode-se entre 0

 

ou 6dB.
O amplificador está alojado num chassis de zamak injectado que contribui para a redução da temperatura dos componentes graças à sua elevada capacidade de dissipação de calor.
O LED no exterior do chassis é um indicador de ligação à rede eléctrica. Um outro LED situado no interior que é bastante útil, indica a presença de sinal à entrada do amplificador.
O amplificador quando aberto para realização de ajustes (através de desaperto do parafuso da tampa frontal) mostra um intuitivo diagrama de blocos do amplificador que representa o funcionamento do mesmo. Os ajustes necessários para obter o nível de saída adequado são aqui efectuados

Indice

 

 

O consumo de energia de um receptor TDT é relevante?

Com a subida dos preços de energia e os efeitos da crise, são cada vez mais os consumidores que verificam o consumo dos equipamentos, e entre eles está o receptor TDT.
Dentro da gama de receptores TDT que é possível encontrar no mercado, na maioria deles destaca-se, para além das especificações técnicas para aceder ao sinal de TV, o seu elevado consumo energético.
Após análise realizada a 4

 

 receptores TDT, utilizou-se como referência o receptor zAs HD, ref.5124 onde foram considerados tempos médios de funcionamento de (4,5horas/dia), e restante tempo em stand-by (19,5horas/dia).
Obtiveram-se os seguintes resultados:
Receptor 1 consome 6.56 vezes mais que o zAs HD.
Receptor 2 consome o dobro que o zAs HD.
Receptor 3 consume 1,18 vezes

 

mais que o zAs HD.
Em resumo, os custos da diferença de consumo de electricidade durante a vida dos receptores são bastante mais elevados que o seu preço de aquisição.
Outro factor a considerar é que um equipamento quanto menor for o seu consumo menos aquecimento e menor probabilidade de avarias terá, para além das vantagens ambientais inerentes

Indice

A tubagem para entrada de cabos transformou-se numa eficaz chaminé para libertação de fumos e calor. Ao cabo coaxial que partilha o mesmo tubo não se prevê muito tempo de vida útil.
Analisando a instalação, conclui-se existirem receptores individuais que só deveriam trabalhar apenas no Inverno. São autênticos aquecedores… mas também consumidores de energia eléctrica.
Esta é uma das várias razões porque existem sistemas colectivos com ventilação forçada! Os Rack’s de 19” que a Televes fornece devidamente configurados são o exemplo de um sistema profissional

 

  Índice

 

Adicionar sinais AV na rede RF CATV ou SMATV
Combinar canais modulados com os serviços existentes na instalação, independentemente se esses serviços são CATV ou SMATV, origina muitas das vezes problemas na instalação principalmente no sinal de retorno em CATV (5-65MHz) e no sinal de satélite (950- 2150MHz).
A solução simples e eficiente passa pela instalação do modulador doméstico ref.5858, que permite passagem de corrente DC entre saída e entrada para alimentação do LNB. O

 

 

modulador com funcionamento na banda dos 5 aos 2400MHz permite a passagem do sinal de TV, seja MATV (47-862MHz) ou CATV (87-862MHz), passagem do sinal de retorno do operador de cabo, CATV (5- 65MHz) e passagem do sinal de satélite, SMATV (950-2150MHz).
Uma combinação fácil e rápida para sinais CATV ou SMATV permitindo ainda um ajuste do nível de sinal de saída do canal modulado entre os 75dbμV e os 90dBμV.

 

 


Indice

Vale do Rio Hotel Rural


A razão principal da construção do Vale do Rio Hotel Rural foi a existência de uma mini-hídrica, já neste local desde finais de 1800. Depois de devidamente restaurada e em funcionamento, foi reflectida a hipótese de partilhar a magnífica paisagem deste local, conhecido como “Princesa do Caima”, com as mais modernas infraestruturas e com todos os serviços de excelência. Trata-se assim de um projecto inovador, um Eco-hotel que pretende aproveitar e explorar várias energias renováveis: energia hídrica, eólica, solar, foto-voltaica, biomassa e biodiesel.


Para este empreendimento foi criada uma solução completa, chave na mão, que abrange as mais recentes tecnologias que o grupo Televes põe ao dispor desta área de negócio:
ARANTIA IPTV – Canais de Televisão em SD e HD, recepcionados via Terrestre e Satélite, utilizando tecnologia IP e infra-estrutura em Par de Cobre.
ARANTIA VoD – Televisão Interactiva ao serviço dos hóspedes, proporcionando uma nova experiência de entretimento e lazer.
ARANTIA HSIA – Gestão e controlo do acesso á Internet em alta velocidade.
TREDESS CCTV IP – Videovigilância com gravação de imagens constante, utilizando a rede estruturada com tecnologia PoE (Power over Ethernet). Câmaras profissionais com a mais alta qualidade e software próprio dimensionado especificamente para este projecto.
A instalação foi executada pelo Sr. Rui Baptista, da empresa Rudistel Lda. de Lisboa, e contou com todo o apoio dos serviços técnicos Televes especializados para a realização dos trabalhos

Indice

 

Mais de 150 Canais Gratuitos disponíveis para Hotelaria

A recepção de canais transmitidos em sistema livre, disponíveis de forma gratuita, ganha cada vez mais importância não só pela poupança que esta possibilidade tem face aos operadores, mas essencialmente pela qualidade de sinal que hoje é possível transmitir pela rede coaxial até aos televisores, através da modulação COFDM em formato SD, HD ou 3D.
A venda de canais em pacotes codificados comercializados pelos operadores, acabam consequência directa disso numa “dopagem” ao consumidor. Trata-se da criação de necessidades que muitas das vezes não existe, e com canais que muitas das vezes estão disponíveis de forma gratuita via satélite. Ou seja paga-se o que é gratuito.

 

Dispondo de uma simples parábola e de um sistema receptor é possível aceder a várias posições orbitais, e assim sintonizar dezenas e dezenas de canais livres, das mais variadas temáticas e proveniências e de forma gratuita.
Para infra-estruturas de maior dimensão como um Edifício Colectivo ou para Hotelaria os sinais de satélite são convertidos em COFDM em qualidade SD, HD ou 3D que é transmitida até ao televisor.
A conversão de um sinal QPSK ou 8PSK para COFDM é realizada através de um Transmodulador ref.563101, permitindo que através do mesmo módulo de conversão, vários serviços estejam disponíveis à saída do módulo optimizando-se assim

 

os equipamentos e respectivos custos/serviço.
A solução permite definir os conteúdos à la carte de acordo com as necessidades do cliente final com canais em Português, Espanhol, Inglês, Francês, Alemão, Italiano, etc. garantindo uma satisfação total do cliente nacional ou estrangeiro

Indice

 

 

Televes
Televes Televes