Televes Televes
Televes
Language: en | fr | de | it | pl | pt | ru | es | en-us
Televes
Televes
Televes
Televes

Informa 51 (agosto 2012)

AttachmentSize
info51_pt.pdf2.35 MB
Fecha: 
08/2012

  Contenidos:

  • Divulgación: A inovação tecnológica consegue-se medir +
  • Televés no mundo: Anga (Colónia) e ACIST (Guimarães) +
  • Preguntas frecuentes: (FAQs): Novos canais 42, 46, 49 +
  • Última hora: Actualização HSuite
  • Foto curiosa: Taxi com TDT +
  • Falando de...: Ladetel, Laboratório de Certificação +
  • Sabía que...: Cor Televés cumpre 40 anos +
  • Formação: Cálculo das atenuações H60 +
  • Dica: Alimentação a prés sem acesso a tomada eléctrica +
  • Instalação real: Aldeia de Xisto, Castelo Rodrigo +
  • Novo produto: Amplificação Monocanal T12 +

 


A Televés efectuou um total de 40 pedidos de patentes e 19 pedidos de modelos de utilidade.
No período entre o ano 2000 até meados do ano 2012, a Televés apresentou um total de 40 pedidos de patentes e 19 pedidos de modelos de utilidade. Este dado objectivo confere à Televes como a maior empresa no seu sector com a capacidade de inovar.
As patentes incluem invenções em antenas, transmissão de imagem, broadcast, transmissão de informação digital, comunicações telefónicas, circuitos impressos, controlo de amplificação e sintonização de circuitos ressonantes.

 

A actividade inovadora da Televes tem-se mantido constante ao largo dos últimos doze anos. Os 62% de pedidos de patentes e modelos de utilidade foram registados em Espanha, enquanto 18% foram pedidos efectuados através da Oficina Europeia de Patentes. A Televes também apresentou pedidos na Alemanha e em Portugal.
A capacidade da Televés em I+D+i torna-a num agente do sector que se mantém na vanguarda de uma conversão tecnológica no mundo da televisão que está directamente associada a um forte investimento em Investigação e Desenvolvimento Tecnológico.

 

A unidade de I+D+i, criada no ano 1971, está composta por mais de 60 profissionais, principalmente nas áreas das Engenharias de Telecomunicações e Industrial.
Este capital humano confere à Televés uma extraordinária independência tecnológica, que se reflecte num dado excepcional: 80% dos mais de 1.500 produtos que integram o catálogo da empresa foram desenvolvidos na íntegra com tecnologia própria. No total, o número de patentes com validaçã internacional de que Televes é titular supera as 50. Em 2011, o investimento da empresa em I+D+i ultrapassou os 8 milhões de euros

Índice

 


 

Televés em ANGA cable  COLONIA-ALEMANIA

Mais de 16.000 profissionais e 440 empresas de 33 países diferentes deram-se a conhecer na feira internacional ANGA Cable entre os dias 4 a 6 de Junho. Uma das edições mais internacionais deste evento de referência onde a Televés demonstrou a sua capacidade em desenvolver produto tecnológico e contribuir na valorização do profissional.

 

o novo medidor de campo H60 e a distribuição de serviços de TV em 3D para DVB-C2 através das centrais de cabeça T.0X causaram grande impacto entre os visitantes do stand instalado na zona destinada aos grandes fabricantes europeus
            

Sessão Técnica - ACIST (Guimarães )

Organizado pela ACIST, a Televes esteve presente em mais uma Sessão Técnica de Esclarecimento Prático realizada na capital

 

europeia da cultura, Guimarães. A qualidade das instalações e dos projectos ITED e os Novos acontecimentos sobre a TDT foram as principais temáticas abordadas, onde a ANACOM se fez representar, assim como outras empresas do sector como o fabricante de armários, Quitérios. Mais acções estão previstas até final do ano, incluindo nas ilhas

 

Índice

 

A alteração do canal 56 da emissão TDT para os canais 42 (Monte da Virgem), 46 (Lousã) e 49 (Montejunto) é para manter indefinidamente?


OPINIÃO DO ESPECIALISTA

A licença atribuída à PTC é apenas temporária, para a emissão nos canais indicados, por um período de apenas 180 dias, isto é, até dia 25 de Novembro próximo.

 

 

A PTC solicitou a referida licença numa tentativa de resolução das interferências entre emissores, a qual impede a visualização da TDT por períodos

 

 

 

demasiado prolongados em vários pontos do País.  Veremos se o temporário passa a definitivo, para descanso do utilizador final!

Luís Almeida
Assistência Técnica

Índice

Taxi com tdt

Nada como garantir a melhor qualidade de serviço ao cliente. Com certeza que foi a pensar nesta máxima que o Senhor Fernando Santos, Taxista na cidade do Porto pensou ao dotar o seu Táxi com sistema de recepção TDT na sua viatura.
Um monitor montado no tablier ligado ao receptor TDT zAs HD, ref.5124 com a sua alta sensibilidade de recepção, permite-lhe o acesso aos canais da TDT e gravação e/ou reprodução de conteúdos através da sua funcionalidade multimédia.
A alimentação a 12Vdc do zAs HD facilitou a instalação (mesma tensão que a bateria do automóvel) assim como a sua particularidade em fornecer 5V pela entrada de cabo coaxial. Desta forma a Antena Innova instalada na parte traseira do veículo apenas se fez passar o cabo coaxial de ligação à antena 

 

 

 

Índice

Ladetel, Laboratório de Certificação de Televes Corporation
Entrevista a: Eduardo Castro, director de Ladetel


Como responsável do laboratório de certificação de Televes Corporation, Eduardo Castro vela para que os produtos fabricados pelas empresas do grupo cumpram as normativas exigidas em cada um dos mercados. No entanto o laboratório vai muito mais além, submetendo os produtos a provas muito mais exigentes para garantir a máxima qualidade e que garantam um ciclo de vida útil superior ao que oferece a concorrência.
Qual o papel da Ladetel dentro de Televes Corporation?
Desde a fase de desenho do produto, a Ladetel proporciona o conhecimento, critério e requisitos normativos e legais para que o produto possa ser comercializado. Durante as distintas fases de industrialização, a Ladetel encarrega-se de realizar os testes e ensaios necessários para garantir o cumprimento das normativas.
Quais os marcos mais importantes na gestão e certificação?
Sem dúvida que o marco mais importante foi poder realizar a marcação CE do produto sem necessidade de recorrer a laboratórios externos. Há que ter em conta que a marcação CE implica o cumprimento das directivas europeias, a de Segurança Eléctrica e a Compatibilidade Electromagnética.
 

 

Que tipo de serviços oferecem a clientes externos à Televes Corporation?
O serviço de ensaios oferecidos é o mesmo que se realiza para as empresas do grupo Televés. Adicionalmente e em determinadas situações disponibiliza-se um serviço de aluguer de equipamentos de medida, ou inclusive a realização dos ensaios nas instalações do cliente, sobretudo em casos que não possuem pessoal qualificado para o efeito.
Sob que normas de qualidade trabalha a Televes Corporation?
O trabalho é realizado de acordo com a norma de qualidade ISO9001. Nos planos a médio prazo contempla-se a implementação da Norma ISO17025 exclusiva de laboratórios de ensaio.
Que importância tem as certificações como garantia de qualidade do produto?
Os ensaios de certificação detectam possíveis perturbações que o produto pode provocar noutros equipamentos (emissões), assim como perturbações recebidas por equipamentos próximos (imunidade). Quando os ensaios de compatibilidade electromagnética detectam algum ponto crítico, acaba-se por detectar mais cedo ou mais tarde problemas durante o funcionamento na instalação definitiva. Para garantir o máximo e correcto funcionamento do

 

 produto a longo prazo a Ladetel foca-se também em provas e ensaios de resistência, vibrações, exposição a raios UV para os plásticos, ciclos de corrosão, etc.
Relativamente à qualidade, que nível diria que estão os produtos da Televes Corporation num contexto internacional?
Todo o produto Televés é submetido às mais rigorosas provas, inclusive são realizados ensaios acima dos padrões exigidos pelos requisitos normativos. Como exemplo, equipamentos em que a norma indica uma resistência a raios de 2000V, na Ladetel são ensaiados a 6000V; ou equipamentos que requerem segundo a norma suportar 4000V de descargas electrostáticas são comprovados até 10.000V.
Quais são os principais planos de Ladetel para encarar o futuro?
A curto e médio prazo, a projecção internacional do laboratório. Temos capacidade para realizar certificações mais exigentes, como a marcação UL (Underwriters Laboratories ®) e TÜV (Technischer Überwachungsverein).
A longo prazo, a acreditação ENAC através da implementação da norma ISO17025

Sergio Martín
Responsábel de Comunicação
 

Índice

 

Medida Automática de Atenuações – H60

O ITED2 obriga à medição e registo das Atenuações para CATV e Níveis de sinal, C/N e BER para MATV/SMATV em todas as tomadas coaxiais da instalação.


Para MATV/SMATV a medida é “directa”, enquanto para CATV existe a necessidade de efectuar uma calibração externa. Isto é,
registar antecipadamente o nível de sinal à saída do gerador de ruído, ref.5930, às frequências a medir e posteriormente o registo dos níveis de sinal das tomadas às mesmas frequências. Após a exportação, dos valores medidos para o PC, calcula-se a diferença entre estes dois níveis de sinal a cada frequência e obtém-se o valor da atenuação pretendida.
Com o Novo Medidor de Campo H60 todo o processo de medida de atenuações é simplificado, reduzindo-se significativamente o tempo despendido e a probabilidade de erro humano introduzido.
Para medir directamente as atenuações definem- se as frequências a medir;

 

 calibra-se o Gerador de ruído automaticamente com o Medidor de Campo H60; e as medidas das atenuações são apresentadas de imediato no Medidor de Campo. Este processo é rápido, mais fácil e permite confirmar in loco se as atenuações medidas estão em concordância com os valores desejados, ou seja de acordo com o projecto.
O número de frequências a configurar vai de 5 a 10, apresentadas num único ecrã, sendo assim possível definir-se para além das frequências de 60MHz, 90 MHz e 750MHz exigidas pelo ITED, as frequências dos 5MHz, 862MHz, 950MHz e 2150MHz para confirmação se o TILT está dentro dosvalores exigidos pela norma. Esta funcionalidade pode ter inúmeras aplicações como medir a atenuação de uma bobine/ troço de cabo coaxial, repartidor/derivador, etc.
 

 


É possível guardar várias configurações de medida de atenuações em memória, sendo à posteriori utilizadas, bastando pressionar uma única tecla para guardar registos de cada tomada às várias frequências memorizadas.
Uma função a pensar no instalador e só ao alcance de empresas como a Televés com Investigação, Desenvolvimento e Fabrico de produtos na Europa que conseguem personalizar o produto de acordo com as suas necessidades

Paulo Jorge
Asisstência Técnica

 Índice

... Televés fabricaba portaequipajes en el año 1972?

A eleição da cor corporativa é uma das grandes decisões que têm de tomar os responsáveis de uma empresa. Mais importante para uns do que para outros, mas ninguém duvida que é merecido o investimento em tempo e dinheiro uma eleição correcta.
A Televés passou esta prova como demonstram as muitas evidências, com acerto. Foi no mês de Maio de 1972 quando a direcção da Televés iniciou o estudo da proposta da cor laranja apresentada pelo departamento de Identidade Corporativa.
Depois de muitas horas dedicadas a analisar o seu impacto, as suas vantagens e desvantagens, a direcção deu indicações para a realização do

 

processo de aplicação da nova cor o mais rápido possível.
A qualidade da fabricação Televés faz com que técnicos e especialistas do sector possam reconhecer os equipamentos da Televés ao observar de perto o seu interior.
Mas também é possível distinguir os seus produtos:
Provavelmente hoje, a maior parte das pessoas sabem reconhecer no alto dos telhados uma antena parabólica da Televés.
         

 

Assim a Televés converteu-se num dos pioneiros de Identidade Corporativa, que hoje, com o passar do tempo, constata-se a generalização nos rótulos, bandeiras e em toda a comunicação de grandes empresas multinacionais, entidades financeiras, etc

Índice

 

 

Alimentação a prés sem acesso a tomada eléctrica
São inúmeras as instalações com apenas uma única tomada coaxial existente. Trata-se de uma instalação simples, normalmente com antena, tomada e cabo coaxial para interligação destes dois equipamentos.
Em zonas de cobertura mais débil, e apesar da reduzida dimensão da instalação existe a necessidade de amplificação. A Antena DAT HD Boss é uma mais valia para estas situações já que a amplificação do sistema Boss é mais que suficiente para este tipo de casos. Simultaneamente o sistema Boss confere mais qualidade à instalação ao eliminar as oscilações de sinal provocadas por factores externos à instalação.
Para activar o sistema Boss basta

  instalar o Alimentador PicoKom Easy-F, Ref.5796 entre a Antena DAT HD Boss e a tomada.
Pode no entanto surgir aqui um entrave que é ausência de tomada eléctrica disponível entre os dois equipamentos.
Problema de fácil resolução através da aplicação do alimentador junto ao televisor que pelo seu reduzido tamanho não trará problemas de acondicionamento e a passagem de corrente é efectuada através da saída satélite da tomada coaxial.
Esta solução pode ser extrapolada para instalações de maior dimensão com necessidade de amplificação de mastro e existência de repartidor com várias saídas onde o Alimentador PicoKom Easy-F, Ref.5796 será aplicado numa das tomadas da instalação
 

Índice

ALDEIA DE XISTO, CASTELO RODRIGO


A Aldeia de Xisto em Castelo Rodrigo, disponibiliza aos seus moradores o serviço da TDT Portuguesa e também o serviço da TDT da vizinha Espanha, com a “pequena diferença” quanto ao número de programas disponíveis em ambos os serviços. O sistema de recepção está a cargo de duas Antenas DAT HD BOSS instaladas junto ao edifício que alberga a Central de Cabeça. Esta é constituída por um bastidor de 15U’s montado pelo Dep. Técnico da Televés, onde o conjunto dos Multiplex recebidos é devidamente amplificado, filtrado e equalizado na Central de Amplificação Avant HD que paralelamente também trata os serviços analógicos provenientes do KIT TDT TO PAL Profissional instalado. Assim os televisores mais antigos ligados a esta rede de distribuição que percorre cerca de 160 fogos não necessitam de qualquer adaptador TDT para aceder aos conteúdos Portugueses.
A instalação da Obra esteve sob a responsabilidade da empresa Tecnosoares de Figueira Castelo Rodrigo. Sendo este um Concelho que zela convenientemente pelo interesse arquitectónico do seu Município é um bom exemplo para muitos outros que infelizmente não têm cobertura TDT terrestre Espanhola nem Portuguesa. A alternativa a estas infra-estruturas é a instalação de uma antena de satélite por moradia o que descaracteriza certamente muitas aldeias, vilas ou cidades do País com menor ou maior valor arquitectónico como o caso das Aldeias de Xisto

 

Índice



 

   O amplificador monocanal imune ao LTE.


 Com o novo cenário provocado pelo dividendo digital e pela iminente presença de sinais LTE surge um novo conceito de amplificação modular: a nova gama de amplificação monocanal T.12.
A experiencia acumulada pela Televés desde o ano de 1981 quando se apresentou o primeiro amplificador com mistura em “Z”, o novo sistema T.12 aglutina as vantagens de um novo desenho utilizando componentes de última geração e um sistema robotizado de fabricação que confere fiabilidade e um excepcional controlo de qualidade.
Compatibilidade total com o anterior modelo T.03, o sistema monocanal T.12 mantém a simplicidade e flexibilidade.
O novo sistema de blindagem e o revolucionário método de fabricação melhoram as prestações eléctricas dotando- os de uma incomparável ganho e tensão de saída.
Uma gama completa que cobre todas as necessidades de instalação, tanto em banda, como em ganho e potência. Cada amplifcador monocanal T.12 é forencido duas novas pontes coaxiais para interligação de módulos.

 

A fonte de alimentação comutada de alta eficiência energética e mínimo consumo tem a capacidade de alimentação máxima de vinte e quatro módulos.
O T.12 é o amplificador monocanal do dividendo digital imune ao LTE

 

REF.     DESCRIÇÃO                  

508012  Amplificador Banda Ancha T12 FI
508112  Monocanal T12 BI
508212  Monocanal T12 FM
509912  Monocanal T12 DAB
508312  Monocanal T12 BIII
508712  Monocanal T12 BS Baja
508812  Monocanal T12 BS Alta
508912  Monocanal T12 Hiperb.
509812  Monocanal/Selectivo T12 UHF
508612  Monocanal/Multicanal T12 UHF
509512  Monocanal Select. CAG T12 UHF
509712  Monocanal con CAG T12 UHF
549812  Fuente alimentação conmutada

* Para más información pulse sobre la referencia

 

 

Índice

 

Televes
Televes Televes