Televes Televes
Televes
Language: en | fr | it | pl | pt | es
Televes
Televes
Televes
Televes

Informa 56 (Junio 2013)

AttachmentSize
info-56-junho-pt.pdf3.65 MB
Fecha: 
06/2013

  Sumário:

  • Informação geral: Concurso H30 +
  • Televes no mundo: Nabshow (EUA) e Apressentação do Catálogo Geral 201372014  +
  • Perguntas frequentes: CoaxData está limitado a redes de cabo coaxial?  +
  • Fotos curiosas: A televisão é de todos  +
  • Falando de...: Gainsa. As soluções que Gainsa oferece a PME’s são uma aposta segura  +
  • Sabia que...: A escolha de um produto barato pode saír muito caro?  +
  • Formaçao: Análise automática do sinal LTE com o Medidor de Campo H60  +
  • Dica: Mais programas de televisão pelo mesmo preço  +
  • Intalaçao Televes: Hotel Santa Margarida em Oleiros  +
  • Novo produto: Amplificação série NanoKom  +

 

Index

 

NABshow de las vegas
LAS VEGAS, 6 - 11 de ABRIL


 

De 6 a 11 de Abril, ocorreu em Las Vegas uma das feiras mais prestigiadas  do sector: NABSHOW.

A Televés participou com um stand onde apresentou a gama de produto associada ao mercado norte-americano como sejam os medidores de campo H60 e H30. A gama de centrais de cabeça T.0X destacou-se o encoder multi-entrada QAM. 

 

APRESENTAÇÃO DO CAtÁLOGO GERAL 2013/2014
14 de MAIO - 19 de JUNHO

Com arranque em Leça da Palmeira no passado dia 14 de Maio, a Televés apresenta o seu Novo Catálogo Geral por várias cidades portuguesas incluíndo regiões autónomas, tendo ainda realizado acções em Angola. Esta série de eventos encerra dia 19 de Junho em São Miguel, nos Açores. Para além de conhecerem o novo Catálogo Televés, os participantes têm a oportunidade de interagir com os mais recentes equipamentos presentes no camião expositor que nos fez acompanhar pelo continente português.

   

Índice

FAQs - Preguntas frecuentes

A utilização do CoaxData está limitado a redes de cabo coaxial?

Ouvi dizer que agora pode-se aceder à Internet através do televisor e ver a programação sobre pedido na minha casa. Que me recomenda que faça?


OPINIÃO DO ESPECIALISTA

O sistema CoaxData tem acompanhado a evolução tecnológica.

Com versões GigaBit que alcançam os 700Mbps PHY os CoaxData estão de acordo com as actuais necessidades
em transmissão de dados, sendo agora compatíveis com
as redes de fibra óptica.

Isto pressupõe um salto qualitativo importante aquando da implementação de uma rede de dados através de sistemas tão seguros e rentáveis como são o cabo coaxial e a fibra óptica.

O módulo CoaxData ref.769202 dispõe de um slot para o acoplamento de um SFP (small form-factor pluggable transceptor) que faz de interface entre uma rede coaxial de dados e uma rede em fibra óptica.

Em função do tipo de SFP (ref.769210 ou ref.769211), a rede óptica que fornece o serviço poderá pertencer a uma topologia
ponto-a-ponto e utilizar o mesmo comprimento de onda de 1.310nm, ou poderá ser EPON/GPON onde os serviços
são multiplexados nos três comprimentos de onda típicos (1.550nm para TV, 1.490nm para downlink e 1.310nm
uplink).
Em instalações onde converge televisão e dados através da rede de fibra óptica,o CoaxData converte-se numa solução
plug&play completa e compatível com toda a gama Televés de transmissão de
televisão por Fibra Óptica  

Índice

FOTOS CURIOSAS

 

 “Damos a cada cliente uma solução à medida das suas necesidades”


Entrevista com: Manuel Orois
Director Geral de Gainsa

Gestão de redes, bases de dados, sistemas, aplicações e software de um grupo industrial com distintas empresas, filiais em 13 países e presença comercial em mais de 80, não é tarefa fácil. Nomeadamente quando os perfis de cada empresa são diferentes, e exigindo consequentemente diferentes necessidades, principalmente quando o objectivo de todas elas é ser referência no seu sector.
Isto é a tarefa de Gainsa dentro da Organização Televés. A empresa iniciou a sua actividade em 1976 como integrador informático do Grupo e a partir de então desenvolveu serviços e aplicações à medida para as empresas do grupo e para as suas filiais internacionais.

Sentámo-nos com o seu Gerente, Manuel Orois, para perceber os planos da empresa. “Agora toda essa experiência é oferecida também a terceiros. A ideia é aproveitar o nosso know-how e colocá-lo ao serviço das PME’s. Oferecemos soluções e serviços que são uma aposta segura, já que têm sido desenvolvidas e implementadas em complexas infra-estruturas informáticas do Grupo Televés”, explica Orois que destaca que a empresa é business partner da IBM e da HP.

A Gainsa articula a carteira em três linhas de produto. Em primeiro lugar, a consultoria de sistemas de informação que inclui desenvolvimento de portais corporativos e Business intelligence, gestão de ERP integral e desenvolvimento de retornos colaborativos ou gestões de conteúdos, entre outros serviços. Em segundo lugar, os serviços de desenvolvimento de software vão desde o desenho, programação e manutenção de portais e páginas web até aos desenvolvimentos à medida em ambientes Windows, Linux e IBM Series. Por fim, uma linha de redes informáticas Gainsa oferece instalação de redes, consultoria, implementação e desenvolvimento de telefonia IP, auditoria de segurança informática, outsourcing informático e sistemas de controlo de presença e acesso.

“Por fazer parte da Organização Televés, temos desenvolvido capacidades que nos permitem compreender as necessidades de empresas com perfis bem diferenciados. Isto faz com que a Gainsa esteja em condições de responder às necessidades em redes, sistemas de informação e software a empresa de qualquer sector, para auxilio no desenvolvimento do seu negócio”, conclui Orois  

Índice

      

...a escolha de um produto barato pode saír muito caro?

A comercialização de dispositivos electrónicos está sujeita ao cumprimento de normas que não fazem referência apenas ao funcionamento específico do respectivo equipamento. Existem normas relativas à segurança eléctrica, tipos de componentes utilizados, comportamento sob determinadas condições de aplicação, etc.

Muitas destas normas são de cumprimento obrigatório, pois existem situações em que poder-se-á colocar em risco a própria segurança do utilizador.

Já ninguém dúvida que as “pechinchas” fundamentam-se na utilização de componentes de baixa qualidade e em processos de desenho que passam por alto as certificações e ensaios que determinam o cumprimento de standard e normas.
Um exemplo claro desta situação, são as fontes de alimentação. Actualmente existem no mercado fontes de alimentação que não cumprem normas de imunidade, emissões conduzidas, utilização de   plástico auto extinguível e que na sua grande maioria não aguentam um funcionamento contínuo em ambientes com temperaturas a exceder os 30ºC...

Submetidas a um funcionamento contínuo e fabricadas com componentes de qualidade duvidosa, onde o calor é o único ensaio de fiabilidade, são sérias candidatas a uma falha que no melhor das situações, não trará consequências de maior para além do não funcionamento.

A reflexão é clara: é adequado o preço que pago por um dispositivo electrónico? 

Index

    

 

Análise automática do sinal LTE com o Medidor de Campo H60

 Com estas novas funcionalidades, o H60 mede o sinal e propõe soluções em caso de identificaçã


Parte do espectro electromagnético que anteriormente estava ocupado pelos sinais de televisão digital terrestre (TDT) destina-se agora ao serviço de telefonia móvel de 4ª geração ou LTE (banda de 800 MHz). A presença deste sinal LTE nos sistemas de distribuição de TDT pode afectar a qualidade do sinal de TV. O medidor de campo H60 possui novas funções que analisam o sinal LTE para propor ao instalador a solução mais idónea à sua instalação.

Estas funções são:

 LTE Check
A função estima a necessidade de inserir um filtro LTE à entrada de um sistema de Televisão Digital Terrestre (TDT) com a finalidade de minimizar as interferências que se possam produzir do sinal de LTE sobre o sinal de TDT.

Em caso de ser necessário a inserção de um filtro, é indicado no ecrã (parte inferior direita com a mensagem “Filtro LTE necessário”), recomendando simultaneamente o filtro Televés mais adequado (parte inferior direita “Filtro rec.”).

Se não for necessário inserir qualquer filtro é indicado através da mensagem “LTE Check OK”.

No ecrã representa-se simultaneamente o espectro da banda alta em UHF (mais próxima da banda LTE)  e o espectro referente ao downlink e uplink da banda LTE.

              

 LTE vs TV
Para além do filtro recomendado, é possível seleccionar diversos filtros LTE da Televés e visualizar a sua simulação de como ficaria o sistema com o respectivo filtro LTE instalado à entrada (gráfico cor laranja). O selector rotativo permite seleccionar um qualquer dos filtros disponíveis, surgindo a informação na parte inferior do ecrã.

 Downlink – Uplink
Esta função permite visualizar os espectros do sinal de LTE, tanto do downlink como do uplink, e proporciona as medidas de potência dos canais que os compõem 


 

Índice

 

Mais programas de televisão pelo mesmo preço


 A grande maioria dos televisores disponíveis no mercado possui simultaneamente sintonizador COFDM e QAM.
Ao realizar-se uma pesquisa de canais na opção “Antenna TV”, esta é realizada aos serviços disponível no serviço TDT através do sintonizador COFDM do televisor.
O sintonizador QAM está disponível quando se selecciona a opção de pesquisa “Cable TV”. O serviço disponível neste tipo de modulação é disponibilizado por exemplo pelos operadores de cabo, não estando no entanto acessível, já que se tratam de serviços encriptados.
Para Hotelaria e instalações similares onde são realizadas transmodulações de sinais de DVBS/S2 para COFDM apenas é possível disponibilizar parte do transponder de satélite à saída do módulo.
 

Caso os televisores possuam esta faculdade, a instalação de transmoduladores DVB-S/DVB-S2 QAM, ref.5630 na Central de Cabeça permite disponibilizar à saída a totalidade dos serviços presentes no transponder.
 

Assim com o mesmo número de transmoduladores consegue disponibilizar uma maior quantidade de programas de televisão para a rede de distribuição  

Índice

 

Hotel Santa Margarida em Oleiros

Hotel moderno de design contemporâneo situado na margem da ribeira de Oleiros (Distrito de Castelo Branco), junto à “ponte grande” e rodeado por uma paisagem rural de grande beleza, foi inaugurado em 2012. Recentemente a instalação TV foi remodelada e o sistema de recepção satélite deu origem a um sistema de recepção digital DVBS2-COFDM. O hotel conta agora com cerca de 20 programas de televisão em formato digital em substituição dos 6 programas analógicos anteriores. Uma forma de retirar proveito dos televisores equipados com tuner digital.
Recepção pela Antena DAT HD Boss, ref.149501, Antena FM Circular, ref.1201 e conjunto Antena 850 QSD, ref.7903 e Suporte multi-satélite, ref.790901 para os satélites Astra 19.2ºE e Hotbird 13.0ºE.

Central de cabeça, equipada com Monocanais T12, para tratamento dos sinais TDT e FM, 3 Transmoduladores DVBS/S2-COFDM T.0X para os cerca de 15 programas digitais gratuitos de satélite e possibilidade de 2 canais internos com o Modulador A/V-PAL Estéreo Twin T.0X, ref. 5806        

 

 

 

Índice

Novo

 Amplificação série NanoKom
Nível de saída estável com rejeição ao LTE seleccionável


Amplificación serie NanoKom, nivel de salida estable con filtrado seleccionable anti<br />
            LTEA actual capacidade produtiva da Televés permite alcançar elevado grau na miniaturização do processo de fabricação dos produtos, em que os amplificadores da Serie NanoKom são exemplo disso mesmo. 

 

A nova série está composta por duas gamas distintas: amplificadores de mastro e amplificadores de apartamento.

 

Os dois modelos incorporam uma nova concepção de ajuste: USOS (User Selectable Output Signal). Permite ao instalador seleccionar o nível de saída do amplificador, mantendo-o inalterável perante as flutuações do sinal.
A série NanoKom está preparada para os sinais de telefonia LTE/4G, onde um interruptor activa uma potente filtragem que impede a passagem destes sinais.

Da gama de amplificação de mastro destacase ainda a excelente figura de ruído (valores próximos a 1dB em UHF), que os torna especialmente úteis para sinais débeis.

A fonte de alimentação externa permite a instalação em espaços muito reduzidos, onde a tele-alimentação é uma excelente vantagem para instalação em espaços de reduzidas dimensões ou sem acesso à energia eléctrica 

 

 

Índice

 

 

Televes
Televes Televes