Televes Televes
Televes
Language: en | fr | de | it | pl | pt | es
Televes
Televes
Televes
Televes

InfoTeleves 65 (Dezembro 2014)

Fecha: 
12/2014

Logotipo InfoTeleves

Anexo Tamanho
INFO_65_Dexembro_PT.pdf 2,5 MB

 

  Sumário:

  • Información general: Encoders Clear QAM, reconhecimento da crítica internacional mais exigente +
  • Televes no mundo: SatKrak (Cracóvia - Polónia), Salão Náutico Internacional (Espanha), Ciclo de Seminários ITED3 +
  • Fotos curiosas: Postal de natal +
  • Televés fabrica: Montagem de componentes DIE +
  • ¿Sabia que...: A Televés instalou o seu primeiro computador em 1968? +
  • Preguntas frequentes: Que significa um Multiswitch ser “QUAD COMPATIBLE”? +
  • Formação: Rede TDT com Novos Emissores +
  • Dica: Aumentar a cobertura Wireless sem equipamentos activos adicionais  +
  • Instalação rea: Centro Comercial Alegro Setúbal +
  • Novos productos: COMPLETA GAMA DE MULTISWITCHES +

 

Encoders Clear QAM, reconhecimento da crítica internacional mais exigente

 

Submeter os produtos ao escrutínio de peritos habilitados, idóneos e reconhecidos no sector é um exercício que distingue as empresas líderes em todos os âmbitos da indústria. Em particular nas telecomunicações, sendo este um sector extremamente activo e globalizado do ponto de vista tecnológico, ganhar vantagem e posicionar-se em rankings com produtos inovadores é uma tarefa particularmente complicada, só ao alcance de empresas que exprimem o nível da excelência. Por tudo isso, a celebração no passado mês de Setembro, na SCTE Cable-Tec de Denver (Estados Unidos), da gala de Broadband Technology Reviews foi um marco para a Televés.

Os encoders Clear QAM entraM Na prestigiada lista dos Diamond Awards

Neste evento foi oficializada a inclusão pela primeira vez de um equipamento da Televés no grupo restrito de produtos galardoados com os prémios Diamond Awards, que distinguem a melhor tecnologia no sector do Coaxial. O produto que mereceu esta distinção é a família de encoders Clear QAM. Estes equipamentos codificam duas entradas de vídeo de até 1.080p num único canal RF e anexo A ou B de até 1.024 QAM, numa gama de frequências compreendidas entre de 5 a 1.002 MHz. Todas as versões codificam MPEG-2 e H.264 e incorporam a tecnologia de marca de água (watermarking).

Durante uma década, a edição dos prémios Diamond de Broadband Technology Reviews, foi seleccionando as melhores soluções lançadas a cada ano no mercado norte-americano. A selecção e avaliação dos produtos está sob responsabilidade de jurados a partir de um painel de especialistas, que analisam os produtos apresentados pelas diferentes empresas e que lhes atribui uma determinada avaliação

 

 

Index

 

Televes en el mundo 

SatKrak
(Cracóvia - Polónia) 2-3 Outubro

 

Esta décima edição da feira da televisão digital na Polónia teve como protagonista a gama NevoSwitch, que ganhou o prémio do melhor produto para colectivas. A Televés aproveitou o evento para relançar os medidores de campo HSeries com renovadas prestações. A antena DigiNova monopolizou as atenções pela sua capacidade para receber o multiplex 8 que se implantará ao longo de 2015 na Polónia 


Salão Náutico Internacional
(Espanha) 15-19 outubro

 

A Gsertel apresentou com êxito a sua solução TRITON para o controlo eficiente de fornecimento a portos e marinas. Através de umas torres de fácil utilização para o cliente, simplifica-se o acesso e pagamento dos vários serviços que carecem as embarcações, como ligação eléctrica, agua ou acesso wireless

 

CICLO DE SEMINÁRIOS ITED3
Evolução na Continuidade

Setembro a Dezembro 2014

 

No dia 16 de Dezembro, termina em Braga um clico de 12 locais distribuídos ao longo de Portugal Continental e Ilhas, onde a Televés esteve presente como parceiro da ACIST, que foi organizadora do ciclo de seminários sobre as Novas Regras Técnicas ITED, e que constituem a 3ªEdição do Manual ITED. Estes eventos tiveram como objectivo esclarecer as alterações face à última edição do Manual ao qual tiveram um elevado sucesso e aderência face aos cerca de 1500 participantes que aderiram aos eventos

 


Index

 

Ultima hora


Melhorias da AVANT HD e AVANT 7


Foram implementadas melhorias nas Centrais Avant HD e AVANT7:

  • O processo de programação foi optimizado e o nivel de saída passou a ser superior.
  • Além disso, as que são compatíveis com LTE, incorporam um filtro de elevada rejeição ao LTE e um atenuador auto-ajustável que evita a saturação da Central

 

   

Index

 

FAQs - Preguntas frecuentes

Televés apresenta uma nova gama de Multiswitches em que parte é apresentada com a característica de “QUAD COMPATIBLE”
Que significa um Multiswitch ser “QUAD COMPATIBLE”?


 OPINIÃO DO ESPECIALISTA

Um Multiswitch “QUAD Compatible” gera em cada uma das suas entrada de satélite os sinais de tensão e impulso respectivo (12V_0Hz, 12V_22kHz, 17V_0Hz e 17V_22kHz) de acordo com a polaridade respectiva (VL, VH, HL e HH). Desta forma, estes Multiswitches podem ser utilizados tanto com um LNB QUATTRO ou LNB QUAD não necessitando este último de identificação dos cabos entre Multiswitch e LNB QUAD

 

 

Index

 

FOTOS CURIOSAS

 

 

 

 

Postal de Natal

Através de um cliente chegou-nos esta imagem magnífica que se poderia enquadrar num lindo postal de natal. No entanto aos utilizadores das antenas, a sensação poderia ter um cariz mais para o irritante do que estético. Deixar de aceder à televisão por culpa da neve aumenta a sensação de isolamento total.

A solução é tão simples como deitar água quente sobre a antena. O que não é recomendável é abanar a antena, já que tal poderá contribuir na sua desorientação

 

 

 

 

 

Index

Hablando de ... 

Montagem de componentes DIE


A evolução dos processos de miniaturização avança a passos agigantados. No entanto quando nos deslumbramos com os tamanhos dos chips, pastilhas ou contactos, e da soldadura destes às placas de circuito impresso, a realidade é que se está a chegar ao limite, imposto pelo próprio processo de soldadura por estanho.

Mas a Televés tentou debater-se contra essa limitação, e avançou para uma nova geração de inserção de componentes, utilizando processos de montagem de componentes DIE na sua última máquina SMD, a Siemens Siplace CA4. Os minúsculos componentes fornecidos à máquina através de uma Wafer que utiliza coordenadas de posicionamento que identificam o componente DIE a montar.

O DIE é um componente que se extrai directamente do WAFER, com um tamanho que não mede mais de 1 mm2 , mas que nessa superfície é capaz de gerar múltiplos contactos, de cerca  de 60 micros cada um, à placa base.  Não é utilizado estanho para soldar este componente, será aderido directamente sobre a superfície do PCB.  O objectivo conseguido pela tecnologia DIE é integrar distintos dispositivos encapsulados directamente à pastilha de silício ou de arsenieto de Gálio no caso de componentes de rádio frequência, permitindo um futuro de possibilidades agora imagináveis. A Televés em 1983 converteu-se na primeira empresa do sector na Europa a utilizar a montagem SMD, agora com os componentes DIE é de novo pioneira. 

No seu contínuo caminho por gerar conhecimento, a Televés utiliza esta técnica de montagem de componentes DIE na gama de amplificadores de vivenda Picokom, conseguindo uma notável redução de espaço ocupado pela electrónica e um rendimento infinitamente superior nas suas características. Da experiencia acumulada nestes processos, nascerá a seguinte evolução tecnológica da Televés

 

Index

 

Formacion 

Rede TDT com Novos Emissores

A Televés presta aqui um serviço público na divulgação destes novos emissores num Portugal
onde existe uma rede TDT não pensada para servir a população.


Desde a implementação da rede TDT nacional e após sucessivos problemas na qualidade de recepção, surgem agora novidades com o aparecimento de novos emissores.

A Instalação e monitorização das 400 sondas por parte da ANACOM seguida da activação de novos emissores veio constatar o que todos já sabiam: A falta de qualidade de recepção TDT em inúmeras instalações!

A idealização de uma rede multi-frequência, solução defendida já há muito tempo por vários especialistas, ao qual se juntou a Televés, seria o fim de muitos problemas da rede SFN existente e o seu reconhecido mau desempenho. O regulador definiu as 12 redes MFN e em 2012 foi inclusivamente necessário activar três destes emissores “alternativos” (Monte da Virgem, Lousã e Montejunto) para remediar os graves problemas de recepção que afectaram o litoral. Posteriormente em 2013, foi decidida a migração da actual rede SFN para uma rede MFN de SFN’s.

No seguimento de deficiências detectadas pela ANACOM na recepção do sinal TDT em várias zonas de Portugal, o regulador atribuiu uma licença para a activação de quatro novos emissores de TDT em rede MFN, recentemente implementados e em funcionamento na Marofa, São Mamede, Palmela e Mendro.

Ficam ainda cinco, de doze zonas por implementar a rede MFN, ao qual seria espectável que nestas zonas não consideradas não se verificassem problemas de recepção TDT. No entanto a Televés confirma através dos seus serviços técnicos que percorrem o país de “lés a lés” no apoio à sua rede de instaladores que tal não é verdade. Desde interferências de um canal 56 de Marrocos que surge sob determinadas condições atmosféricas no Algarve e é interferente ao canal 56 da rede SFN, aos conflitos com os canais da TDT da rede Espanhola e à constante falha de cobertura em determinados locais destas zonas, são variadíssimos os problemas.

A PT tem a obrigação de divulgar estes novos canais MFN implementados, mas nada tem feito para que a população tenha conhecimento destes novos emissores que em muito contribuirão numa melhoria de cobertura.

A Televés presta aqui um serviço público na divulgação destes novos emissores num Portugal onde existe uma rede TDT não pensada para servir a população.

Sendo a ANACOM a entidade reguladora, esta por vezes refuta estas anomalias face à quantidade de reclamações recebidas. Cabe a TODOS reportar as anomalias e só neste caso o regulador poderá tomar diligências

 

Index

 

Sabía que ... A Televés instalou o seu primeiro computador em 1968?

Tratava-se de um IBM 1130 com cartões perfurados que permitiam criar fichas codificadas com perfis de clientes, dados de facturação ou configurações de produtos. Os cartões dispunham de linhas e colunas de forma que cada perfuração representava um valor específico. Criou-se assim o primeiro sistema de gestão informática que albergava todas as funções da empresa.

Essa tradição informática leva-nos até aos dias de hoje onde todos os processos comerciais, financeiros, industriais, fabris e de desenho tecnológico das 20 empresas que compõem o Grupo Televés nos cinco continentes, estão entrelaçadas e supervisionados por sistemas informáticos de última geração que facilitam um nível avançado de sinergias entre os distintos grupos de trabalho

 

 

Index

 

Ideas

Aumentar a cobertura Wireless sem equipamentos activos adicionais


 

O Router Wireless tem uma capacidade de cobertura limitada que por vezes se torna insuficiente para cobrir determinados espaços onde se pretende o sinal Wireless. A razão pela falta de cobertura nem sempre se prende com distâncias significativas mas essencialmente pela existência de barreiras físicas que inibem a transmissão do sinal. A agilidade da Antena 4GNova ref.650101 concebida para a recepção Outdoor do sinal 3G/4G para o fazer chegar ao Router via cabo coaxial, poderá ser aplicada para difundir o sinal Wireless numa determinada instalação. Para tal basta instalar a Antena 4GNova no espaço a difundir Wireless e ligar esta ao Router Wireless via cabo coaxial

 

Index

Instalacion 

Centro Comercial Alegro Setúbal


 

O Centro comercial Alegro de Setúbal, foi inaugurado no passado dia 11 de Novembro, está situado na principal entrada de Setúbal e conta com um total de 115 lojas.

O edifício está dotado de uma instalação ITED2, com as redes MATV e CATV disponíveis em todo o empreendimento. O bastidor principal instalado no Data Center, distribuí o sinal de TV em Fibra Ótica monomodo até aos 10 bastidores secundários distribuídos pelas várias áreas técnicas do edifício.

A rede MATV disponibiliza mais de 30 programas, em formato digital, através das unidades T.0X DVBS2-COFDM, ref.563101 e 564201 (5 MUXs) e 1 MUX TDT pela ref.564901. Depois de tratado, o sinal é entregue a 3 Transmissores óticos ref. 233310 e 3 repartidores óticos, de 4 saídas, ref.2339, perfazendo um total de 12 saídas.

Na rede CATV o sinal do operador é convertido para sinal ótico através de 10 unidades T.0X, ref.2334, este dotado de recetor ótico de canal de retorno, neste caso a distribuição ótica é feita ponto a ponto.

Os bastidores secundários estão equipados com um recetor ótico, ref.2335 para MATV e um recetor ótico com transmissor de canal de retorno, ref.2336 para o CATV.

O sinal depois de convertido em elétrico, é amplificado pela central ref. 451201 e entregue a painéis multiATI, ref. 5757 para distribuição às lojas do edifício 

 

Index

 

Novo

 
COMPLETA GAMA DE MULTISWITCHES

Fabrico a 100% em linhas de montagem automatizadas e robotizadas.


 

Index

 

Televes
Televes Televes