Televes Televes
Televes
Language: en | fr | de | it | pl | pt | ru | es | en-us
Televes
Televes
Televes
Televes

FAQ 418-2006-pt

Cuidado com os cabos terminologia RG!

Respuesta: 

Que cabo coaxial dever√° ser instalado numa ITED?


Uns dir√£o que os cabos coaxiais tipo RG s√£o os recomend√°veis. Outros opinam que dever√° ser o cabo recomendado pela entidade que desenvolveu o projecto. Outros ainda que dever√° ser um cabo
coaxial, cuja a idoneidade do fabricante, seja prova mais do que suficiente que determinado modelo cumpre com as especifica√ß√Ķes ITED. Todos ter√£o a sua raz√£o, mas uns com mais certeza do que outros. Aos que determinam a sua peremptoriadade no tipo RG, sobretudo porque √© um tipo de cabo dado como indicativo no Manual ITED, o estado de alerta dever√° ser constante atendendo a que:
- A terminologia RG engloba cabos coaxiais n√£o s√≥ de 75 Ω como tamb√©m de 50 Ω de imped√Ęncia caracter√≠stica, e como sabemos s√≥ os de 75 Ω s√£o v√°lidos para distribui√ß√£o de sinais de R√°dio Frequ√™ncia em instala√ß√Ķes de (S)MATV e CATV nas ITED.
- A terminologia RG est√° de tal forma divulgada, difundida e n√£o controlada que entrou na fase de banaliza√ß√£o. Encontram-se com facilidade no mercado cabos importados com marca√ß√£o RG ou RG U que n√£o cumprem em nada com as m√≠nimas especifica√ß√Ķes ITED.
- Estes cabos n√£o cumprem sobretudo com a percentagem de cobertura de 70% exigida, e outros nem com as atenua√ß√Ķes m√≠nimas requeridas para as frequ√™ncias piloto de 85, 750, 1000 e 2150 MHz (Quadro 1).
- Muitos destes cabos nem identificação do fabricante possuem tornando a sua instalação um risco para o Instalador ITED que na hora de desejar qualquer informação ou um assumir de responsabilidade por parte do fabricante não saberá a quem dirigir-se.


Uma enorme mais valia do regulamento ITED reside na necessidade de as entidades "Projectista", "Instalador", "Certificador" e "Dono da Obra" colaborarem com afinco no correcto e funcional desenrolar da instala√ß√£o. Para se conseguirem ditos intentos a comunica√ß√£o ter√° que ser constante entre estas entidades e sobretudo nunca ser√£o de salutar posi√ß√Ķes inflex√≠veis e r√≠gidas por parte de qualquer uma delas. O projectista dever√° estar sempre aberto a escutar as opini√Ķes v√°lidas que cheguem de qualquer um destes intervenientes no processo, relativamente a modifica√ß√Ķes, ou altera√ß√Ķes ao inicialmente previsto sobretudo quando estas podem ser um plus para a infra-estrutura.
No que diz respeito ao Cabo Coaxial o Manual ITED é bastante claro:
Podem ser utilizados outros cabos coaxiais, desde que apresentem caracter√≠sticas de qualidade iguais ou superiores √†s indicadas e que se adaptem aos respectivos servi√ßos e √†s presentes Prescri√ß√Ķes e Especifica√ß√Ķes T√©cnicas.


Desta afirmação podemos concluir:
1¬™ Que os cabos n√£o t√™m que ser obrigatoriamente RG, tanto mais que muitos destes o instalador n√£o consegue numa primeira an√°lise saber se se trata de cabo que cumpre ou n√£o com as especifica√ß√Ķes ITED.
2¬™ Que pode ser aconselhada a instala√ß√£o de um cabo diferente do projectado desde que a suas especifica√ß√Ķes sejam iguais ou superiores ao inicialmente previsto. A iniciativa, por parte do instalador, de propor um cabo coaxial diferente do projectado √© de saudar desde que este apresente melhores caracter√≠sticas do que o projectado.
Como pode saber o instalador que o cabo alternativo a propor é realmente uma mais valia?
a) Identifica o fabricante, analisa e compara as respectivas características no catálogo do fabricante.
b) Confia no fabricante.
A Telev√©s criou uma completa gama de Cabos Coaxiais direccionados para o ITED que cumprem escrupulosa e folgadamente por cima as especifica√ß√Ķes obrigat√≥rias (Quadro 2).

Televes
Televes Televes