Televes Televes
Televes
Language: en | fr | de | it | pl | pt | ru | es | en-us
Televes
Televes
Televes
Televes

0431-2013

O que mudará com o novo ITEDRNG?

Descrição: 

A defesa dos interesses dos consumidores de comunicações electrónicas passa por infraestruturas de telecomunicações modernas, fiáveis e adaptadas aos serviços dos operadores públicos.

É com este parágrafo que se iniciam as prescrições técnicas do novo Manual ITED alterado e renovado de acordo com as Novas Normas Europeias e sobretudo com a necessidade de se adaptarem os edifícios às Redes de Nova Geração.
O novo manual não sendo um manual de ruptura relativamente ao 1º é mesmo assim bastante inovador tanto em conceitos de infraestrutura como de equipamentos e respectivas especificações.
Afirmar que o novo manual ITED se relaciona com a obrigação de instalar fibra nos edifícios trata-se de uma afirmação bastante redutora daquilo que representa na realidade o novo Manual ITED.
Para além da introdução da fibra, o novo Manual introduz melhoras nas Condutas nos Equipamentos, respectivas aplicações e métodos de comprovação, cujas principais diferenças para o anterior se pretendem destacar neste artigo.
Desde de logo se obriga à instalação de um sistema colectivo de Antenas (SMATV) e um outro de CATV em edifícios que possuam 2 ou mais fogos.
A rede de CATV tem que obrigatoriamente partir em estrela desde o ATE inferior enquanto que a rede de SMATV seguirá a tipologia que melhor se adeqúe ao edifício, partindo normalmente do ATE superior em cascata de derivadores.
Sendo permitida a aplicação de apenas uma Caixa de Coluna, por piso, que albergará os cabos e equipamentos referentes às três tecnologias Cabo Coaxial,

 

 

 

Fibra e  Par-de-Cobre espera-se que o instalador organize com rigor a colocação dos mesmos na caixa evitando os possíveis cruzamentos, respeitando raios de curva e identificando claramente todos os cabos.
Duas Fibras, dois Cabos coaxiais e um cabo Par-de-cobre na entrada do ATI são as cablagens mínimas obrigatórias para fracções autónomas presentes numa Instalação Colectiva.
No caso de uma Moradia na ligação entre a CEMU e o ATI torna-se apenas obrigatória a passagem de Cabo par-de-cobr e Cat6, sendo facultativa a instalação de cabo das restantes tecnologias, Fibra e Cabo Coaxial.
Por fogo habitacional, em cada divisão – Quartos, Sala e Cozinha - será obrigatória a instalação de uma Tomada Mista (TV 5…2150 MHz+RJ45 Cat 6) e ainda um Tomada RJ45.
A ZAP – Zona de Acesso Privilegiada –

 

passa a ser obrigatória de colocação em qualquer fogo sendo no mínimo constituída por:
Duas Tomadas Mistas (TV 5…2150 MHz + RJ45 Cat 6) Duas Tomadas Fibra Óptica.
Esta pequeníssima abordagem sobre o Novo Manual ITEDRNG não poderia concluir-se sem uma breve referência aos limites de qualidade dos mais influentes equipamentos que compõem uma infraestrutura ITED: A Fibra Óptica, o Cabo Coaxial e o Cabo Parde- Cobre .
A fibra óptica a instalar nas ITED será Monomodo e a conéctica a utilizar será SC/APC.
O cabo coaxial deverá cumprir especificações perfeitamente definidas até aos 3GHz e pelos limites especificados para a resistência óhmica, o condutor central terá que ser integralmente em Cobre.
A cablagem estruturada para o interior do edifício deverá garantir a Classe E de ligação em cabo de Cat6

Televes
Televes Televes