Televes Televes
Televes
Language: en | fr | de | it | pl | pt | ru | es | en-us
Televes
Televes
Televes
Televes

Informa 41 (Dezembro 2010)

AttachmentSize
it_41.pdf1.52 MB
Fecha: 
12/2010

  Sumário:

  • Divulgação: Cálculo de redes coaxiais Cast60 +
  • Perguntas Frequentes: (FAQs): Os conectores angulares são permitidos no ITED II ? + 
  • Novidades de Produto: Receptor zAs HD +
  • Fotos curiosas +
  • Dica: A TDT nas Instalações existentes +
  • Instalaciones reales: Pátio das Camélias em Penafiel +
  • Formação: Os portugueses privilegiados que sintonizam Espanha! +

 

Cálculo de redes coaxiais Cast60

Os profissionais na área de projecto ITED e ITUR podem agora aceder a um conjunto de serviços oferecidos que estão disponíveis juntamente com a ferramenta de cálculo de redes coaxiais ITED e ITUR Cast60.
Os utilizadores podem aceder aos serviços em www.televes.com necessitando para tal introduzir o seu USERNAME do Cast60.
A biblioteca de ficheiros em CAD, PDF e XLS contem vários exemplos de moradias unifamilares, edifícios

 

colectivos, edifícios escolares, lares, hotelaria, etc… e já está disponível para download.
Vários exemplos realizados no Cast60 estão também disponíveis para auxílio ao cálculo dos seus projectos ITED e ITUR.
Para um auxílio ao cálculo da rede de cabos coaxiais em projectos inclui-se nesta edição um suplemento com a informação das atenuações dos equipamentos passivos a instalar numa ITED

 

Indice


Receptor zAs HD


O Novo Receptor zAs HD, ref.5124 permite a recepção e visualização de emissões TDT em formato standard e em ALTA DEFINIÇÃO (HDTV).

É uma solução ideal para sintonia da TDT em televisores que disponham de ecrã compatível com HDTV (FULL HD, HD READY, 1080p, 1080i, 720i, HIGHEST*, etc.) mas que não disponham de sintonizador MPEG-4 H.264, assim como para os televisores mais antigos.
Possui saída SCART compatível com qualquer televisor dotado de euroconector (SCART) e saída HDMI para ligação a televisores compatíveis HDTV.


O sinal de áudio pode obter-se também por saída óptica e inclui sistema de descodificação de áudio em standard DOLBY DIGITAL PLUS.

  A ligação USB permite diferentes funções como actualização de firmware do receptor e armazenamento de gravações realizadas através a função PVR.
Está dotado de Menus intuitivos e de fácil utilização adaptados a pessoas com capacidades visuais reduzidas.
Um receptor TDT de fabrico e desenvolvimento totalmente europeu, de alta qualidade e grande fiabilidade com funcionamento garantido pelas tecnologias standards suportadas por licenças proprietárias (royalties).

 1 Host USB: Ligação a memória (PEN DRIVE), leitor de cartões de memória ou disco externo (FAT32) com alimentação externa.
2 Led: Led de ligado. Vermelho:Stanby, Verde: Ligado
3 IR: Sensor IR

1 RF IN: Entrada de sinal da antena terrestre (alimentação + 5V/100mA selec. Por menu)
2 RF OUT: Saída de sinal RF para ligar TV ou VCR
3 SCART TV OUT: Para conectar TV mediante euro conector
4 HDMI: Interface para ligação de sinal em alta definição

 

5 OPTICAL: Saída óptica de áudio digital
Características Técnicas:
Adaptador para canais livres TDT.
Compatível com MPEG2 e MPEG4/H.264.
Dispõe de PVR via USB para gravação em disco externo ou “PenDrive” (FAT32).
Funções avançadas na reprodução: avance, retrocesso rápido, anterior/seguinte, pausa, go to, etc).
Função “Time Shift” via USB com opção de gravação.
Função temporizador para a gravação de programas.
Menu intuitivo de fácil utilização com primeira instalação guiada.
Armazenamento até 1.000 programas e até 6 listas de Favoritos.
Suporta Teletexto VBI, Teletexto OSD, Legendagem standard e TXT.
Bloqueio parental e de menus.
Memorização automática do último programa sintonizado.
Actualização de software via USB.
Saída HDMI (Auto, 576i, 576p, 720p, 1080i, 1080p e Highest).
Saída óptica de áudio.
Saída multi-vídeo Scart (CVBS, RGB).
Baixo consumo. 

Indice

 

É obrigatório a instalação do secundário do RG-CC para CATV?

De acordo com a figura 27 e 29 do Manual ITED II os conectores angulares “IEC” (conector tipo 9,52) e os conectores angulares, tipo “F” (macho rápido) são de utilização permitida nas instalações ITEDII.
O conector “IEC” é o tipo de conector aconselhável em pontos onde a ligação terá que ser fácil e pontualmente desfeita, ou seja, em pontos de flexibilidade.
São os tipos de ligações presentes nas tomadas coaxiais de 

 

telecomunicações, onde se  conectam pontes coaxiais entre estas e os terminais de utilizadores (STB, Televisores, etc.).
Os conectores “F” rápidos para ligações tipo “F” que requeiram alguma alteração ou manuseio pontual (nos ATE e nos ATI, por exemplo), possibilita-se a utilização da conexão “F” macho rápido. Trata-se de um conector angular, normalmente a 90º, cuja cápsula da extremidade possui

 

um sistema de mola em vez da típica  rosca do “F”, tornando assim o acto de ligação  mais prática de desenvolver.
Ainda de referir que outros tipos de ligações e conectores são permitidos, normalmente associados a repartidores ou derivadores, desde que cumpram as especificações técnicas expostas no Manual ITED II como é o caso dos repartidores e derivadores easy-F

Indice

Instalações como esta são verdadeiros exemplos de incentivo ao abate.
Aproveitando os benefícios da inovação tecnológica inicia-se o processo.
Requisitos : contentor electrão , aspirador, instalador profissional e tecnologia inovadora e fiável.
Assim o emaranhado analógico de 8 programas, dá origem a um sistema 100% digital com uma lista de 25 canais livres de satélite, convertidos para COFDM através da ref. 5181 , complementados pelo MUX dos 4 canais nacionais processados pela ref. 5179

 

Indice

A TDT nas Instalações existentes

Os sistemas de amplificação Monocanal instalados em instalações colectivas terão de ser adaptadas ao sinal da TDT. Manter o sinal de TV analógica e o FM e adicionar a TDT é a prioridade onde se terá apenas de adicionar um módulo ref.5086 para sistemas monocanais T03. Em sistemas instalados onde já não é possível encontrar equipamentos da mesma

 

série poder-se-á adicionar a TDT do  canal 67 de forma fácil nas instalações existentes através da inclusão de um módulo T03, Ref.5086 ao canal67 e um Injector CC T03, ref.4221 e efectuar as ligações de acordo com a figura.
Nos sistemas Monocanal anteriores ao T03, a alimentação é efectuada pelas ligações coaxiais.
Neste caso o injector facilita a separação do sinal coaxial que se mistura no T03 para a TDT e

 

permite a alimentação DC 24V evitando-se assim uma fonte de alimentação suplementar, T03, na instalação
 

Indice

Pátio das Camélias em Penafiel

O Edifício Residencial Pátio das Camélias em Penafiel, composto por vários blocos, ficou dotado de um sistema SMATV onde os canais terrestres portugueses (Simulcast) são filtrados e amplificados através do sistema Monocanal T03.
A reamplificação MATV ficou a cargo dos amplificadores de linha da série Kompact.
O sistema de satélite está dotado de uma antena de 900mm em alumínio, ref.7599 e de um LNB com saída em fibra óptica, ref. 2353.
     
As vantagens da implementação do sistema em fibra óptica vão desde a passagem das 4 polaridades num único cabo de fibra óptica monomodo, possibilidade de percorrer elevadas distâncias, reduzida capacidade da rede de tubagem instalada e pela facilidade do dimensionamento em projecto. À saída estão instalados os sistemas óptico-eléctricos através dos Receptores Ópticos Quattro MDU, ref.2350. Os sistemas Multiswitch garantem que em qualquer fracção do empreendimento seja possível colocar um receptor individual de satélite. A instalação foi executada pela empresa Climavideo, Lda da Lixa

Indice

 

Os portugueses privilegiados que sintonizam Espanha!
42 Programas de televisão digital terrestre dispõem os nossos vizinhos espanhóis sem qualquer tipo de encargo mensal.

Programas como a CNN+, Disney Channel, MTV, Teledeport, TVE 24, são visionados em Espanha por qualquer cidadão que possua uma antena de recepção terrestre digital e um receptor ou televisor digital terrestre.
Ambos os equipamentos estão acessíveis ao grande público no mercado livre e concorrencial.
Todos estes conteúdos e programas em modulação COFDM quando tratados num sistema de amplificação e filtragem conveniente, por parte de um instalador de antenas credenciado e profissional, estão presentes nos pontos terminais de uma qualquer rede doméstica de televisão, que em Portugal são pelo menos um por divisão.
Todos estes conteúdos podem ser recebidos sem qualquer tipo de impedimento contratual em Habitações de Férias, Alojamento de Campismo e Praia, em unidades Hoteleiras, …etc.
Todos estes conteúdos que estão disponíveis no éter em Espanha não colidem com os interesses dos operadores privados de Cabo e Satélite, que também existem, em Espanha.
Em Portugal, infelizmente, a Televisão Digital Terrestre está limitada aos conteúdos que actualmente existem em analógico. Apenas 4 programas no Continente e 5 nos Arquipélagos. Neste capitulo só nos podemos comparar à Argélia que mesmo assim tem mais um programa do que nós.
Conteúdos diferenciadores e dinamizadores da TDT como seriam as Emissões HD ou o previsto 5º Canal estão parados sem qualquer justificação técnica plausível. As emissões da RTP Memória e da RTP N, produções próprias de RTP, pagas por todos os contribuintes, estão apenas acessíveis aos assinantes do Cabo e do Satélite.

  Até mesmo as emissões regionais de RTP Açores e RTP Madeira deveriam fazer parte dos conteúdos do MUX TDT Livre, afinal tratam-se de emissões da RTP para territórios portugueses.
Assim sendo os portugueses mais privilegiados, actualmente, são os habitantes da raia portuguesa, zonas de fronteira. Estes conseguem receber mais de 40 programas em emissão terrestre com qualidade digital, sendo 4 deles em HD – Alta Definição (TVE; Antena 3; Tele5 e La Sexta) –.
Para estes Portugueses a Televés propõe e estuda sistemas de captação com 1 ou 2 antenas DATHDboss, combinadas de forma a receberem cabalmente as
 

emissões Espanholas em simultâneo com as Portuguesas. A DAT75HD, nas situações de mais difícil recepção fará parte desta solução. Nos pontos terminais destes sistemas deverá ser instalado um receptor ZASHD – Ref. 5124 – ou então um Televisor plano com tuner para a modulação COFDM, MPEG-4 H264. Como a teoria e a prática das antenas confirmam, nunca se perde nada em verificar se na zona que habitamos, mesmo que estejamos a dezenas de quilómetros da fronteira, a recepção dos MUX’s COFDM de Espanha se recebem.
Sempre são mais 42 programas de televisão gratuitos que se podem receber!

Indice

Televes
Televes Televes