Televes Televes
Televes
Language: en | fr | de | it | pl | pt | ru | es | en-us
Televes
Televes
Televes
Televes

Informa 45 (Agosto 2011)

AttachmentSize
it_45.pdf1.92 MB
Fecha: 
07/2011

  Sumário:

  • Divulgação: A Qualidade é Gratuita +
  • Perguntas Frequentes: (FAQs): O gerador de ruído ref.5930 utilizado para ITED 2 pode ser utilizado simultaneamente para Ited 1 nos ensaios de funcionalidade obrigatórios?  + 
  • Novidades de Produto: ZAS HD Satellite +
  • Fotos curiosas: Televisor com 40 anos aguenta-se com a TDT! +
  • Dica: Kit TDT to PAL +
  • Instalações reais: Castro Marim Golf +
  • Formação: TDT. A cobertura real +

 

 

A Qualidade é Gratuita

Muitas têm sido as dúvidas relativas à recente Televisão Digital Terrestre. Questões como a melhor antena a instalar, a sua orientação, instalação e adaptação dos televisores que não suportam MPEG4 H.264, etc…
Com o objectivo de esclarecer estes assuntos a Televes disponibiliza um número gratuito para o efeito: 800 26 1495.
Isto porque aceder aos canais da TDT gratuitamente, é usufruir de uma excelente qualidadede imagem e som para além de outras funcionalidades como o EPG e a gravação.

Indice


ZAS HD SAT


O Novo receptor de satélite ref. 717501, zAs HD SAT é o receptor ideal para um consumidor exigente que procure um receptor fiável, compatível com HD (HDFULL, HD READY, 1080p, 1080i, 720i, etc) e simultaneamente com um baixo consumo de energia eléctrica.
Um receptor com Tecnologia Europeia num produto inteiramente criado e fabricado na Europa, com processos totalmente automatizados que garantem uma total fiabilidade e qualidade.
Simples, rápido e com menus amigáveis para o utilizador, foi concebido a pensar também nas pessoas com capacidade visual reduzida.
O receptor zAs HD SAT foi criado para uma visualização de grandes detalhes permitindo a recepção de canais via satélite em definição standard (SD) e alta definição (HD).
Com saída SCART ou HDMI conforme a disponibilidade da TV, permite ainda através da porta USB 2.0 a funcionalidade de
 

gravação (PVR) e permite simultaneamente a actualização de firmware.
Características técnicas:
Standard DVB-S / DVB-S2
Canais Livres (FTA)
Vídeo: compatível com MPEG2 e MPEG4/H.264 SD e HD
Áudio: compatível com MPEG-1 (layer de 1,2), Dolby Digital +, MPEG-4, AAC e HEAAC.
PVR via USB 2.0. Necessário memória externa (FAT32) ou “Pen Drive” (FAT32) (*)
Menus simples e amigáveis de utilização.
Primeira instalação guiada.
Funções de reprodução avançada: avançar, retroceder, anterior/ pause, próximo, ir para...

 

“Time Shift” via USB 2.0
Temporizador
Guia Electrónico de Programas (EPG) até sete dias
Até 5.000 programas e até 6 listas de favoritos
Teletexto VBI, teletexto OSD, legendas e teletexto standard
Bloqueio parental
Memoriza último canal visualizado
Actualização de software via USB 2.0 e OTA
Saída HDMI (Auto, 576i, 576p, 720p, 1080i, 1080p).
Saída de áudio óptica
Multi-saída de vídeo Scart (CVBS, RGB).
Baixo consumo
Leitura de ficheiros MP3, JPG, MP4, WAV, MKV, MKA e AVI

Indice

 

O gerador de ruído ref.5930 utilizado para ITED 2 pode ser utilizado simultaneamente para Ited 1 nos ensaios de funcionalidade obrigatórios?

Sim. O gerador ref.5930 como disponibiliza à saída um sinal dos 5 aos 2150MHz. Para tal, basta efectuar medidas de 85MHz e 750MHz para NQ2a e 85MHz, 750MHz, 1000MHz e 2150MHz para NQ2b no Medidor de Campo H45.

 


 

Indice

Televisor com 40 anos aguenta-se com a TDT!
Um antigo televisor a Preto e Branco funciona perfeitamente num Kit TDT to PAL, como a figura comprova.
Este televisor com entradas de VHF e UHF separadas necessita de um separador Televes, ref.4052 que também é adaptador de impedâncias de 75Ω para 300Ω.
Os criadores destes equipamentos tinham para a época uma invulgar visão futurista. O televisor tem memórias para 7 programas e mais de 40 anos depois ainda só vamos em 4. Honras sejam feitas à Madeira e aos Açores que já têm 5 programas TDT livres. Afirmar que este televisor está desactualizado é puro engano, ainda é válido neste País… e deve ser caso único na Europa!

 

 

  Índice

Kit TDT to PAL

A adaptação dos sistemas de televisão analógicos à Nova Televisão Digital Terrestre deve implicar num menor impacto possível para o utilizador final.
Desta forma a Televés criou o Kit TDT TO PAL ECOÁGIL que permite disponibilizar na rede de distribuição coaxial o sinal da TDT no canal 56 e simultaneamente o mesmo conteúdo em formato analógico nos mesmos canais servidos pelo emissor analógico.
O instalador oferece assim um serviço diferenciador onde os canais analógicos convertidos estão nas mesmas frequências da emissão analógica, não existindo necessidade de efectuar uma nova sintonia aos televisores não preparados para TDT
Esta solução requer agilidade

 

 

quanto aos canais de saída, já que estes dependem de zona para zona. Os canais de saída são ajustados ao canal de saída nos Moduladores do Kit TDT TO PAL ECOAGIL e devidamente filtrados e amplificados por um sistema Monocanal. A versatilidade do sistema Monocanal T03 permite o ajuste de 8MHz (1canal) até um máximo 40MHz (5canais) por módulo sendo possível filtrar num mesmo monocanal os 2 canais que estejam mais contíguos entre si.
Esta solução requer algum cuidado pela possibilidade de interferência com a ainda Emissão Analógica já que se utilizam os mesmos canais. Deve-se assim ter em consideração o estado da rede de

 

 

distribuição, nomeadamente o emprego de cargas de 75ohm nas saídas não utilizadas dos dispositivos da rede de distribuição coaxial assim como a utilização de chicotes blindados de interligação das tomadas à TV

Indice

Castro Marim Golf


Este empreendimento está dotado, desde 2006 com uma instalação FI em coaxial para os satélites Astra 19,2º e Astra 28,2º. Recentemente a recepção e distribuição do Astra 28,2º foi remodelada, permitindo agora a distribuição deste satélite através de fibra óptica.
A estabilidade e simplicidade deste sistema, garantem a mesma qualidade de recepção em todos os pontos da rede. O entregue a cada um dos utilizadores é de igual qualidade do que se apresenta na saída do LNB óptico.
        
Recepção através de uma antena 1.80m de foco primário e um LNB óptico ref. 2363. A conversão é feita pela ref. 236901, MDU QUAD que permite a ligação a 4 utilizadores.
Os MDUs instalados permitem também a possibilidade de receber sinais em COFDM, transmitidos juntamente com os sinais satélite na mesma fibra.
Instalação a cargo do instalador Luís Manuel Afonso Cavaco de Vila Real de Santo António

Indice

 

Normas e Marcações CE

Ao pretender uma infra-estrutura com TDT o instalador poderá ser surpreendido pelo factor de estar numa zona teoricamente não coberta. Poderá este contribuir para que essa mesma zona seja na prática coberta pela emissão do Canal 56 da TDT? O fenómeno da cobertura depende de vários factores não se devendo tratar este assunto com leviandade, nem muitos menos baixar os braços perante alguma adversidade.
O alcance de um sinal UHF que transporte a TDT dependerá pelo menos dos seguintes factores:
1 Potência de Sinal Emitido
2Condições geográficas/ Orografia
3 Condições climáticas
4 Sinais interferentes
5 Características da Antena
6
Sensibilidade do Sistema Receptor
Os 3 primeiros factores não dependem do instalador, cabendo-lhe assim influenciar positivamente nos restantes factores de forma a poder aumentar ou diminuir a cobertura dependendo dos equipamentos instalados
4 Sinais interferentes: A legislação proíbe que outras transmissões sejam efectuadas na banda de UHF. Ao utilizar uma Antena específica para UHF com uma imprescindível caixa de ligações blindada reduz os ruídos impulsivos.
O único sinal interferente, a existir será ele próprio. Pode parecer estranho mas na recepção de uma emissão com boa qualidade podemos estar na presença de influências de um outro emissor TDT ou de uma reflexão da emissão original criada num prédio ou árvores, por exemplo. Este fenómeno é denominado por Ecos e pode ser minimizado através da reorientação da antena recorrendo-se à sua avaliação

 

através da utilização de um medidor de campo H45.
Obstáculos como paredes, mobiliário e outros, são factores que contribuem para a diminuição do alcance do sinal, os elementos metálicos, mais do que qualquer outro tipo de material, revelam-se como um forte factor para a diminuição da qualidade do sinal recebido. Assim a recepção do sinal da TDT no interior da habitação não é recomendada exceptuando os locais onde estão instalados emissores para o efeito.
5 Características da Antena: Sem dúvida alguma o factor mais importante de todos para o instalador. A potência de sinal emitido, condições geográficas e climáticas não dependem do instalador. Restalhe apenas melhorar as características da antena para conseguir um sinal de TDT com qualidade nas instalações dos seus clientes.
A aplicação de diferentes antenas que pelas suas características atinjam ganhos diferenciados contribui significativamente para o alcance do sinal de TDT. Com este princípio poder-se-á constatar que o mapa de cobertura TDT é diferente consoante a antena instalada.
Com um sistema de recepção não optimizado para UHF, a cobertura TDT acaba por ser diminuta como é o exemplo da utilização de uma antena interior.
Na grande maioria das instalações a solução passa pela Antena DATHD Boss onde o seu inovador sistema Boss Tech efectua o ajuste automático do sinal de saída à sua margem correcta para que o instalador tenha apenas de orientar a antena e deixar de se preocupar com a restante instalação independentemente do sinal recebido.
Em situações de dificuldade de recepção extrema de recepção é 

  necessário uma antena de longo alcance, onde as outras não chegam. É o caso da Antena DAT HD 75 Boss que dadas as suas características conseguem prestações elevadas na recepção do sinal, e com esta solução poder-se-á verificar que estaremos com uma cobertura total.
Muitas foram as instalações que para se recepcionar o sinal analógico com qualidade, era necessária a instalação de 2 antenas de elevadas prestações instaladas em paralelo. Na TDT esta opção não deverá ser posta de parte e poderá sempre ser uma solução para a recepção da televisão digital terrestre em situações muito particulares.
6 Sensibilidade do Sistema Receptor: Numa instalação onde o sinal não é o ideal pode existir na mesma instalação televisores ou adaptadores TDT a funcionar e outros não. Tudo depende da margem dinâmica de cada equipamento ou seja dos níveis mínimos e máximos admissíveis de cada equipamento. O receptor TDT ZAS HD funciona com níveis de sinal entre os 27dBμV e os 92dBμV obtendo-se assim uma margem dinâmica de 65dB, único em dispositivos existentes no mercado.
Conclusão: Afirmar que em determinada zona existe ou não cobertura através da simples indicação do Código Postal, Rua ou localidade não é com certeza uma informação fidedigna. Factores como a melhor escolha do sistema de recepção e o grau de profissionalismo e aplicação de regras de boas práticas na instalação fazem a diferença entre o perfeito e o instável mau funcionamento

Indice

 
Televes
Televes Televes