Televes Televes
Televes
Language: en | fr | de | it | pl | pt | ru | es | en-us
Televes
Televes
Televes
Televes

FAQ 414-2006-pt

Na coluna 2141 ITED !

Respuesta: 

Em muitas colunas montantes de edif√≠cios, para a rede de Cabo Coaxial √© habitualmente recomendado o cabo tipo RG11 para a realiza√ß√£o das liga√ß√Ķes entre o Repartidor Geral (RG-CC) e as caixas de deriva√ß√£o das colunas montantes. Esta pr√°tica, embora seja por vezes necess√°ria, n√£o √© a mais adequada √† maior parte das situa√ß√Ķes e a escolha deste cabo como meio de liga√ß√£o entre as caixas de deriva√ß√£o da coluna montante deve obedecer uma op√ß√£o criteriosa. Para avaliar at√© que ponto √© aconselh√°vel a utiliza√ß√£o de cabo tipo RG11 ou, em alternativa, se deve utilizar
cabo tipo RG6, calculou-se os valores de atenua√ß√£o para uma coluna de SMATV (Figura 1), realizada recorrendo a cabo TR165 ITED (ref 2149v01), com dimens√Ķes equivalentes a RG11,
e recorrendo a cabo T100 ITED (ref 2141v02), de dimens√Ķes equivalentes a RG6, tendo sido obtidos os valores do Quadro1. Como nota, √© de real√ßar que a terminologia RG contempla cabos que podem n√£o ser adequados para instala√ß√Ķes ITED, e, por conseguinte, √© aconselh√°vel grande prud√™ncia, uma vez que se podem encontrar cabos de caracter√≠sticas el√©ctricas muito vari√°veis (IT n¬ļ13 - Abril de 2006). Devido a isso, optou-se pela utiliza√ß√£o dos cabos 2141v02 e 2149v01, dos quais conhecemos com exactid√£o o cumprimento integral com as especifica√ß√Ķes ITED.


Como se pode ver, a maior diferen√ßa entre a coluna (com 30 metros de comprimento para um edif√≠cio de 10 pisos) de cabo TR165 e a de cabo T100 √© de apenas de 1,3 dB para NQ2a e de 2dB para instala√ß√Ķes NQ2b. N√£o se pode , tamb√©m, desprezar o facto de os raios de curvatura pratic√°veis e recomendados para os cabos coaxiais terem que ser 10 vezes o di√Ęmetro exterior do cabo, o que implica caixas de coluna maiores para o cabo tipo TR165. De facto, enquanto o cabo T100, na maior parte dos casos apenas necessita de caixas do tipo C1 para as caixas de deriva√ß√£o da coluna montante, o cabo TR165, por ter um di√Ęmetro 53% maior, implica, geralmente, caixas do tipo C2 para se poderem respeitar os raios m√≠nimos de curvatura recomendados.


Adicionalmente, deve realçar-se o facto de ser muito mais simples e rápido passar o cabo e colocar as fichas no caso do cabo T100 do que no caso do cabo TR 165, o que não se deve desprezar, devido ao elevado custo actual da mão-de-obra. Finalmente, verificamos que o custo de
coluna construída com cabo TR165 custa 80% mais do que a coluna de cabo T100, devido não só ao custo do cabo em si como também à significativa diferença de preço entre as fichas para cada cabo. Por outro lado, é possível recorrer à tecnologia easyF (apenas disponível para o cabo T100), conseguindo reduzir ainda mais os custos, uma vez que não é necessário usar fichas e o tempo de ligação de um dispositivo com esta conéctica é inferior ao necessário para colocar fichas no cabo.
Por tudo isto, a utiliza√ß√£o de cabo RG11 em colunas montantes deve ser uma op√ß√£o tomada penas quando √© realmente necess√°rio usar um cabo de baixas perdas. Tais situa√ß√Ķes, no entanto, s√£o muito mais frequentes quando √© necess√°rio colocar grandes dist√Ęncias de cabo, situa√ß√Ķes t√≠picas na distribui√ß√£o de sinal em urbaniza√ß√Ķes e aldeamentos.

Televes
Televes Televes