The wishlist name can't be left blank

Documentação

A documentação mais completa e actualizada dos nossos produtos e serviços disponíveis para visualização e download. Seleccione uma categoria para iniciar a pesquisa.

InfoTeleves 67 (Abril 2015)

Logotipo InfoTeleves

Anexo Tamanho
INFO67_Abril_PT.pdf 3 MB

 

  Sumário:

  • Información general: A nova gama NevoSwitch, será muito mais que um sistema de Distribução em ANGACOM 2015 +
  • Televes no mundo: Seminário ITUR (Coimbra) - Formação INCM (Maputo) +
  • Última hora: Módulos T.0X Twin para Mediaset Premium +
  • Fotos curiosas: Em Roma, sê Romano +
  • Televés fabrica: Tecnologia HDI em Circuito Impresso Multicamada (MLB) +
  • ¿Sabia que...: A Televes colabora para que alunos comuniquem com os astronautas da ISS? +
  • Preguntas frequentes: Como proceder para fazer fusões sem problemas? +
  • Formação: Uso de  filtros anti LTE +
  • Dica: Solução Low Power WiFi para hotelaria +
  • Novos produtos: Filtro de Microcavidades +

 

A nova gama NevoSwitch, será muito mais que um sistema de Distribução em ANGACOM 2015

 

 

 

A próxima geração de redes, a ligação à televisão personalizada terá o protagonismo tecnológico da exibição tecnológica que constitui cada ano em ANGACOM. A Televés será um interveniente de destaque na feita, e referência na Europa para os sectores Broadband, Cabo e Satélite. A decorrer entre 9 e 11 de Junho em Colónia (Alemanha), prevêem-se cerca de 17.000 profissionais de todo o mundo a visitar o encontro, que este ano contará com 450 expositores de 34 países.

A grande novidade que a Televés apresentará em ANGACOM 2015 serão os novos NevoSwitch, gama integralmente desenvolvida e fabricada pela Televés, composta por multiswitches, derivadores, repartidores e amplificadores de linha. Entre os multiswitches existe uma gama Quad compatible.

A Televés apresentará a nova gama NevoSwitch de fabrico intergal nas suas Iinstalações,
e as soluções FiberData para as novas redes híbridas

Com posição de destaque terá o lançamento das soluções FiberData para serviços de RFoG e dados em banda larga através de redes GPON, desenvolvidas para responder às necessidades de digitalização de serviços dos operadores de cabo.

Estarão também presentes os medidores de campo HSeries, os equipamentos para cabeças de rede T.0X e as soluções IPTV para o sector hospitalidade. Os profissionais poderão conhecer a gama completa da serie H, pioneira na integração do processamento digital em equipamentos portáteis, com novos modelos que se destacam pelas suas dimensões, facilidade de utilização e capacidade de processamento. Para cabeças de rede, serão protagonistas os módulos Encoder do T.0X, tão bem conhecidos e apreciados nos mercados internacionais pela qualidade de fabrico, fiabilidade e eficiência energética por serviço distribuído.

 

Índice

 

Televes en el mundo 


SEMINÁRIO ITUR
(Coimbra) 6 de Março

 

A Televés participou no passado dia 06 de Março, no Seminário organizado pela ACIST sobre ITUR - Actualização e o novo enquadramento normativo, onde apresentou várias soluções para este tipo de infra-estruturas, ao qual tiveram destaque os Conversores Ópticos FiberKom com tecnologia OLC da série intempérie.

Discutiram-se as principais alterações, bem como os problemas mais comuns que preocupam os técnicos, sendo um debate animado durante toda a tarde, em que a ANACOM esclareceu muitas das dúvidas, ficando outras para reflexão

 


INCM, Maputo
Moçambique 18 de Março

 

A Televés organizou uma acção de formação destinada essencialmente a instaladores no Instituto Nacional das Comunicações de Moçambique para apresentar soluções e Produtos Televés para as redes Colectivas e Individuais de Televisão.

Os presentes tiveram a oportunidade de conhecer as soluções inovadoras para a recepção digital terrestre livre e sob subscrição, e, para a recepção satélite, nomeadamente para os operadores DSTV e ZAP.

Os módulos T.0X DVBS2-COFDM com CAM foram bastante apreciados e vistos como soluções inovadoras para a distribuição de conteúdos do operador em instalações como a hotelaria

 


Índice

  

Ultima hora

Módulos T.0X Twin para Mediaset Premium


Mediaset Premium implantou-se em Itália em 2011 quando começou a desenvolver o sector da Hospitalidade depois do apagão da televisão analógica e nascimento da era digital.

A Televés foi sempre um aliado chave desde o primeiro dia. Hoje a Televés Itália anuncia o fortalecimiento da sua liderança através da aprovação por Mediaset Premium do módulo T.0X Twin, que permite descifrar e gerir de forma simultânea os 8 canais premium


 

Índice

FAQs - Preguntas frecuentes

Como proceder para fazer fusões sem problemas?
Ocasionalmente surgem problemas no processo da fusão


OPINIÃO DO ESPECIALISTA

Uma das prováveis causas de falha no processo de fusão é a falta de calibração da máquina e o tipo de fibra utilizada.

A forma de resolver este problema consiste em realizar periodicamente calibrações. A calibração é uma função executada directamente a partir do menu principal da máquina de fusão. No canal Youtube da Televés poder-se-á ver em detalhe este processo e aceder aos mesmos a partir do seguinte código QR

 

Índice

 

FOTOS CURIOSAS

 

 

 

 

Em Roma,
Sé Romano

 

Este provérbio é o exemplo perfeito da sensação que um qualquer instalador tem ao deparar-se com uma situação semelhante a esta imagem.

Se existe algo que se possa comentar após ver esta formação de Antenas DAT é a que esta antena é com certeza a solução mais que comprovada para a melhor recepção na zona

 

 

 

 

Índice

Hablando de ... 

Tecnologia HDI em Circuito Impresso Multicamada (MLB)


Os métodos e processos para fabricar placas de circuito impresso (PCB-Printed Circuit Board) evoluíram significativamente desde a sua invenção em 1936. O ritmo acelerado para a miniaturização leva os designers de PCB a aumentar a densidade de integração. Esta tendência obriga os fabricantes como a Televés à análise de métodos e processos que permitem uma evolução em paralelo com a tecnologia.

É o caso da tecnologia multicamada (MLB-Multi Layer Board), ou sobreposição de diferentes camadas de um circuito impresso unidas através de lâminas de material orgânico. A dificuldade da tecnologia não é o número de camadas sobrepostas, mas os diâmetros de perfuração e larguras das pistas que são necessárias, e requerem processos de produção de precisão e controlo absoluto.

A necessidade de comunicação entre camadas aumentou drasticamente. O espaço disponível para pistas diminui, de modo que a utilização de pistas internas e ocultas (HDI-high density interconnection) converteram-se num standard da tecnologia MLB.

Actualmente, o produto Televés que mais exigências técnicas necessita do ponto de vista da complexidade dos seus circuitos de impressão é o Encoder T.0X. Existem duas multicamadas; uma de 6 camadas e outra de 4 camadas, onde devemos exprimir as instalações para lograr metalizar satisfatoriamente pistas internas e ocultas até 0,2 micrómetros e coroas de 0,4 micrómetros, e ligação de pistas internas de 70 micrómetros.

O produto requer este nível de qualidade no design da implementação dos seus componentes, que sem surpresa são utilizados pelos operadores em mercados como os EUA que oferecem conteúdos TDT em alta definição

 

Índice

 

Formacion 

Utilização de  filtros anti LTE

As adaptações efectuadas pelo Dividendo Digital, não só deveriam estar relacionadas com as migrações de frequências da TDT, mas também com a necessidade de proteger a instalação face aos sinais LTE/4G.


Os operadores de telefonia móvel relativamente ao funcionamento dos sinais LTE, conseguem identificar duas situações que podem originar interferências:

1. INTERFERÊNCIAS DE EQUIPAMENTOS DE CABEÇA DE REDE POR EMISSORES DE TELEFONIA (BTS). Isto é, a interferência no DOWNLINK nos equipamentos de TV na cabeça de rede. Para eliminar estas interferências são utilizados equipamentos de cabeça de rede actualizados para a nova banda de UHF (C21 – C59), ou em alternativa, utilizar-se-ão filtros.

2. INTERFERÊNCIAS DE EQUIPAMENTOS DVB-T PELOS TERMINAIS DE UTILIZADOR MÓVEL. Ou seja, a interferências de UPLINK nos receptores de TDT. A solução passa por uma melhor blindagem da rede de cabo coaxial, passando pela qualidade do cabo coaxial, conectorização, e tomadas. Como complemento utilizar-se-ão filtros caso a gama de funcionamento das tomadas de estenda até ao canal 69.

Os filtros passam a ser os grandes protagonistas do dividendo digital sendo ou não a instalação afectada. A aplicação típica dos filtros é a adaptação da rede coaxial de TV à nova gama de funcionamento.

Pode-se concluir que as aplicações dos filtros se classificam da seguinte forma:

Prevenção: instalação prévia à identificação dos sinais interferentes realizada em simultâneo à actualização das cabeças de rede.

Mitigação: instalação afectada por interferências.

Adaptação da rede de TV aos novos requisitos: o filtro limita a banda de TV às novas frequências de trabalho estabelecidas.
Não se trata apenas de eliminar interferências, as características dos filtros a utilizar sobretudo em casos de interferências na cabeça de rede por BTS, têm de ser muito precisas para não alterar a banda de TV. Um filtro de menor qualidade poderá degradar significativamente a parte superior da banda de TV.

A escolha do filtro

Para eleger um filtro para um determinado caso, têm de ser avaliados três critérios fundamentais: localização, frequências TDT existentes e grau de interferência do sinal LTE.

Localização: em função do tipo de cabeça de rede, o filtro poder-se-á aplicar no mastro, no próprio amplificador de cabeça de rede ou ligado à tomada TV do utilizador. O instalador deverá avaliar qual (ou quais) os elementos activos da rede que são necessários proteger.

Frequências TDT existentes: Recomenda-se a utilização filtros de frequência de corte mais baixas porque assim mantêm-se mais distantes das interferências LTE.

Grau de interferência: Necessário avaliar a diferença de potência entre o sinal TDT e o de LTE. As portadoras quanto mais niveladas equilibradas estiverem entre si, maior será a rejeição que provocada pelo filtro. Se a diferença entre portadoras for alta (>10dB), a rejeição não será tão determinante.


Os gráficos da filtragem de rejeição

Parece óbvio considerar que o gráfico de resposta na frequência é a característica fundamental de um filtro, assim como a rejeição ao sinal interferente.

Convém reflectir se a rejeição é de facto fundamental. A sua importância será relativa e dependerá sempre do nível do sinal interferente. Isto é, será indiferente ter um filtro com uma rejeição de 50dB na banda de UpLink, se os sinais interferentes nessa banda dependem de outros factores como sejam a não interferência pelas BTS ou a entrada do sinal interferente não é pela cabeça de rede. Os filtros de cabeça de rede são para proteger à entrada da rede da banda DownLink e permitir que a sua banda útil fique o mais intacta possível.

A gama de filtros Televés oferece uma gama completa de possibilidades: com rejeições e canais de corte (Cn.58, 59 ou 60) diferenciados. Fabricados através de circuitos microressonantes de alta estabilidade ou do tipo LC para situações menos exigentes

 

 

Índice

 

Sabía que ... A Televes colabora para que alunos comuniquem com os astronautas da ISS?

O sistema digital de televisão, instalado na Estação Espacial Internacional (ISS), vai permitir complementar os já existentes contactos por fonia a valência de vídeo, de forma aos alunos passarem a ter um contacto visual com os astronautas.

Em Portugal a estação de rastreamento está instalada na FCT-UNINOVA no Monte de Caparica, e é uma das 6 estações prontas a receber /emitir este tipo de emissões.

A emissão de D-ATV é feita em MPEG2 onde a Televes disponibilizou condições técnicas para que fosse possível a emissão neste modo digital de televisão, contribuindo para um avanço técnico e cientifico nas comunicações espaciais com a estação espacial Internacional

 

Índice

 

Ideas

Solução Low Power WiFi para hotelaria


Um dos pontos-chave do sector hoteleiro é a disponibilização de serviços de Internet através de WiFi.

A falta deste tipo de serviços é avaliada por norma de forma negativa pelo cliente. No entanto a exposição às radiações WiFi contínua a ser proibida nalguns países sob determinadas circunstâncias.

Assim o compromisso entre fornecer serviços WiFi e contribuir para o surgimento de lesões irreparáveis a hóspedes e trabalhadores do hotel não terá muita solução.

 

A Televés, com o sistema Coaxdata Gateway fornece um ponto de acesso WiFi de potência configurável. Desta forma, cada hóspede terá acesso a uma pequena zona WiFi de baixa potência mantendo-se imune a radiações do restante empreendimento


 

Índice

HOTEL H10 DUQUE DE LOULÉ - LISBOA

O H10 Duque de Loulé é um hotel de charme de 4 estrelas que pertence ao grupo H10 Hotels. Reconstruído num dos edifícios históricos de Lisboa, conta com 89 quartos e umas magnificas vistas sobre a cidade e o estuário do Tejo.

Com uma instalação de TV integral da Televés, a recepção é composta pelas Antena DAT HD BOSS 790, ref.149901 e pela Antena FM Circular, ref.1201 para sinais terrestres e por duas Antenas 850 QSD, ref.7903 e um Suporte multi-satélite, ref.790901 para a recepção de 3 satélites, Astra 19.2ºE, Hotbird 13.0ºE e Hispasat. Foram instalados LNBs ópticos ref. 2353 e fibra óptica pré-conectorizada para interligação com o bastidor.

A CR (Cabeça de Rede) é composta por um bastidor equipado com o sistema de transmodulação DVBS2-COFDM com 7 Transmoduladores DVBS/S2-COFDM T.0X que permitem aproximadamente 35 programas digitais de satélite gratuitos. Das 7 unidades, 5 ref. 563301 permitem o acesso a programas do operador através da respectiva CAM.

A rede de distribuição segue a filosofia estrela, de acordo com o ITED2 com um bastidor por piso equipado com 1 Amplificador ref. 451201 e Painéis MultiATI, ref. 5757 para distribuição aos quartos 

REALIZADO POR: CANTEL
DISTRIBUIDOR: GLOBLEC
PROJECTO: MAIS ENGENHARIA

 

Índice

 

Novo

              FILTRO DE MICROCAVIDADES  
REF. 403304

Ultra Alta Rejeição ao sinal LTE
 


   

 

Idealizado para oferecer um corte
mais preciso e eficaz no canal 59

  •  
  • O filtro de ultra alta rejeição protege os níveis de sinal dos equipamentos de amplificação.
  • A sua arquitectura de microcavidades oferece uma estabilidade de parâmetros inigualáveis
  • face a condições ambientais adversas.

Índice