The wishlist name can't be left blank

Documentação

A documentação mais completa e actualizada dos nossos produtos e serviços disponíveis para visualização e download. Seleccione uma categoria para iniciar a pesquisa.

InfoTeleves 83 (Dezembro 2017)

Informaçao geral

Televes Corporation abre uma era na Comunicação

postal de navidad
Televés Corporación

A Televes Corporation √© uma realidade empresarial consolidada. Formada por mais de 20 empresas tecnol√≥gicas, refer√™ncia no desenho e desenvolvimento de equipamentos para todo tipo de infra-estruturas de telecomunica√ß√Ķes em edif√≠cios e urbaniza√ß√Ķes. Trabalham com as melhores sinergias perseguindo o objectivo comum de atender as necessidades de diferentes nichos de mercado de uma forma personalizada, partilhando valores comuns que s√£o o cora√ß√£o da sua principal marca, a Telev√©s.

Para transmitir esta realidade lan√ßamos uma ambiciosa ac√ß√£o de comunica√ß√£o expressando os valores e capacidades atrav√©s de uma renovada linha de Identidade Corporativa, cujo expoente m√°ximo ser√° a nova p√°gina web televescorporation.com. Esta nova era de comunica√ß√£o marcar√° a evolu√ß√£o que a Televes Corporation seguir√° sempre focada no crescimento, refor√ßando a internacionaliza√ß√£o e o processo de diversifica√ß√£o que contribui com um posicionamento de fornecedor de servi√ßos de valor acrescentado atrav√©s das infra-estruturas de telecomunica√ß√Ķes implementadas em edif√≠cios e urbaniza√ß√Ķes..

A nova web da Televes Corporation reflecte a articulação nas áreas de negócio dos seus principais nichos de mercado

A arquitectura da web unida a um design din√Ęmico e intuitivo permitir√° ao utilizador conhecer com maior comodidade as empresas que constituem o Grupo e suas √°reas de neg√≥cio: Infra-estruturas de telecomunica√ß√Ķes e TV, Hotelaria, Sa√ļde e Ilumina√ß√£o profissional.

A televescorporation.com representa o inicio de uma nova era, na medida em que a comunica√ß√£o da Televes Corporation √© j√° nativamente digital e se desenvolve num ambiente integrado de recursos para a interac√ß√£o em tempo real com todos nossos p√ļblicos: clientes, fornecedores, entidades reguladoras, ambientes profissionais, meios de comunica√ß√£o e tamb√©m colaboradores

Descubra a Televes Corporation em www.televescorporation.com

Televes no mundo

XXI Encontro Nacional de PME‚Äôs do Sector das Telecomunica√ß√Ķes, DRT4ALL e FENIE

XXI Encontro Nacional de PME‚Äôs do Sector das Telecomunica√ß√Ķes

(Lisboa) 14 novembro

XXI Encontro Nacional de PME‚Äôs do Sector das Telecomunica√ß√Ķes

A Televés como parceiro da ACIST esteve uma vez mais presente neste encontro que se centrou na temática Transformação Digital e a Era 4.0, e teve a oportunidade de abordar temas como seja a aposta na Televés na revolução industrial 4.0, no seu ambicioso projecto Copr4Future e o enfoque às normas ITED 3.0, ITUR 2.0 e às consequências da TDT com a prevista implementação do 5G.

Projetos tecnológicos europeus

FENIE

(Zaragoza, Espanha) 25-26 outubro

XVIII Congreso Nacional de FENIE

Dirigimos uma oficina de instalação e medida no XVIII Congreso Nacional de FENIE. Participamos na mesa redonda titulada "Edifícios Inteligentes e o instalador", onde defendemos a nossa prespectiva do Edifício Inteligente como elemento chave para o desenvolvimento de uma Smart Cities, capaz de fazer frente aos grandes objectivos das cidades: mobilidade, qualidade do ar, segurança, eficiência energética, etc.

DRT4ALL

(M√°laga) 27 septiembre

DRT4ALL

Neste congresso TIC e Turismo para todas as Pessoas #DRT4ALL, organizado pela Fundação ONCE, a Televés fez a sua intervenção explicando o SmartAssist, um projecto diferente de repensar na teleassistência

Perguntas frequentes

Como descarregar as medidas do medidor H30FLEX

Uma forma r√°pida e simples de visualizar as medidas no computador.

OPINIÃO DO ESPECIALISTA

Dever√° conectar o medidor H30FLEX ao computador utilizando a porta USB. Normalmente o driver que reconhece o H30FLEX instala-se automaticamente e o medidor ser√° imediatamente detectado. Caso contr√°rio ser√° necess√°rio proceder uma instala√ß√£o manual (instru√ß√Ķes na sec√ß√£o 3.1., na p√°gina 18 do manual ‚ÄúInstala√ß√£o do Driver‚Äú): pt.televes.com/H30FLEX_manual

Após instalação do driver é necessário abrir um navegador (recomenda-se o Chrome), e aceder a http://h30.flex. Deste modo abrir-se-á a aplicação apresentando o menu inicial (1) ao que se selecciona a opção Medidas.

Nesta janela consultam-se todos os Datalogs armazenados no H30FLEX, agrupados por datas e por standard (DVB-T, DVB-T2, DVB-S, DVB-S2, anal√≥gico,...). √Č poss√≠vel aceder √†s medidas em modo calend√°rio (2) ou em modo lista (3). Poder-se-√° seleccionar todas ou individualmente para posterior elimina√ß√£o ou exporta√ß√£o.

A descarga dos Datalogs para o computador √© realizada com os bot√Ķes da parte superior direita em formato xls. Por cada Datalog √© gerado um ficheiro e caso se tenha seleccionado mais que um s√£o descarregados todos juntos num √ļnico arquivo comprimido em formato zip. Para visualizar todos os dados das medidas do Datalog √© necess√°rio clicar sobre o nome e abrir-se-√° uma nova janela (4)

Formação

Instalação de um LNB óptico

Todas as dicas necessárias para uma correcta colocação em funcionamento..

Numa instala√ß√£o √≥ptica, a conectica √© um dos elementos mais vulner√°veis j√° que define uma fronteira onde se podem produzir muitas perdas. √Č fundamental saber diferenciar o tipo de polimento entre um √Ęngulo (APC) ou recto de 0¬į (PC ou UPC). Esta diferen√ßa √© simples de identificar j√° que o conector APC (Angled Physical Contact), possui um √Ęngulo de 8¬į, e √© identificado pela cor verde. √Č necess√°rio que a liga√ß√£o entre conectores seja sempre com o mesmo tipo (√Ęngulo) para evitar atenua√ß√Ķes elevadas ou inclusive a completa aus√™ncia de sinal.

Os LNBs √≥pticos da Telev√©s utilizam conectores com √Ęngulo 0¬ļ (PC ou UPC: Physical ou Ultra Physical Contact) e do tipo FC (Ferrule Connector), conectores com sistema de rosca.

√Č fundamental ter em conta que a fibra compat√≠vel com este sistema ter√° de ser monomodo (SM) e n√£o multimodo (MM).

Contacto PC

Contacto PC

Contacto APC

Contacto APC

Enfrentamento de conectores segundo polimento

Os LNBs √≥pticos possuem uma pot√™ncia √≥ptica de sa√≠da de 7 ¬Ī2dBm. Os conversores √≥pticos funcionam habitualmente entre os 0dBm e os -15dBm. Se o sinal que chega ao conversor for directo ao LNB √≥ptico entrar√° em satura√ß√£o. √Č necess√°rio assim atenuar o sinal at√© ter uma pot√™ncia √≥ptica dentro da gama de funcionamento do conversor √≥ptico. Sempre que entre LNB e conversor n√£o exista reparti√ß√£o √≥ptica, √© necess√°rio a instala√ß√£o de atenuadores adicionais. A Telev√©s disp√Ķe de atenuadores com conectica FC/PC, de 5, 10 e 15dB de perdas (Refer√™ncias: 2364, 2365 e 2366 respectivamente)

Tipos de polimento

Tipos de polimento

Aspectos a considerar durante a instalação:

  1. O LNB óptico é alimentado através do cabo coaxial. Recomenda-se a instalação do conector F com uma protecção intempérie para assegurar a estanquicidade.
  2. Os conectores ópticos são fornecidos com tampas de protecção. Como o conector é muito sensível recomenda-se retirar a protecção apenas aquando da ligação para evitar possíveis sujidades e consequentes aumentos de perdas na transmissão.
  3. DebiDevido à grande sensibilidade do conector convém não existir qualquer tipo de contacto na extremidade.
  4. O conector tem de encaixar na ranhura para se garantir uma ligação perfeita (de acordo com imagem)

1.

capuchón F

2.

tampas de protecção

3.

Devido à grande sensibilidade do conector convém não existir qualquer tipo de contacto na extremidade

4.

O conector tem de encaixar na ranhura

Dica

Solução ArantiaCast para Hotelaria

Solução ArantiaCast para Hotelaria

Uma das formas mais actuais de consumo de conte√ļdos multim√©dia √© atrav√©s de uma liga√ß√£o √† Internet e um dispositivo sem fios como um smartphone ou um tablet. Nestes casos, o tamanho do ecr√£ √© um serio handicap, n√£o existindo op√ß√Ķes para poder projectar os conte√ļdos num ecr√£ maior.

O Casting √© um sistema onde o que se apresenta no televisor n√£o √© o do ecr√£ m√≥vel, mas sim da aplica√ß√£o que est√° a ser executada. Uma vez que a app est√° iniciada no m√≥vel, esta pode ser enviada ao Chromecast que a partir desse instante se encarrega da sua execu√ß√£o, deixando o dispositivo m√≥vel livre para receber chamadas, ou executar outras aplica√ß√Ķes.

O casting baseado no Google Chromecast √© compat√≠vel com mais de 1000 de aplica√ß√Ķes.

O sistema ArantiaCast √© um sistema de streaming que faz com que numa instala√ß√£o onde coexistam in√ļmeros utilizadores, como √© o caso hoteleiro, cada um possua associado em exclusivo o seu pr√≥prio dispositivo Chromecast. Sem login ou password com a desconex√£o autom√°tica quando o hospede do hotel realize o checkout atrav√©s do PMS do hotel

Instalação rea

Marina Club Suite Hotel**** (Lagos)

Marina Club Suite Hotel**** (Lagos)

O complexo turístico "Marina Club Suite Hotel" com quatro estrelas está situado sobre a Marina de Lagos e perto da Meia Praia. Numa cidade repleta de história, visitada e habitada desde tempos remotos como demonstram as diversas descobertas arqueológicas locais.

As instalação de TV do empreendimento, comum aos vários edifícios (Hotel, Apartamentos Turísticos Marina Club I e II, etc.) e já com alguns anos de existência contou recentemente com a remodelação e modernização da Cabeça de Rede.

O anterior sistema T05 deu lugar ao novo T.0X, permitindo assim o acesso a uma grelha de canais internacionais de satélite em formato digital

rack Marina Club Suite Hotel
rack Marina Club Suite Hotel2

INSTALADOR:

José Marreiros

Sabia que...

...a Televés ganhou em 1969 a medalha de ouro no Salão de Inventores na Bélgica?

a Televés ganhou em 1969 a medalha de ouro no Salão de Inventores na Bélgica

Na era da comunica√ß√£o digital √© f√°cil construir mensagens com conte√ļdo vazio. A Telev√©s cont√≠nua fiel √† sua condi√ß√£o inata de desenvolver tecnologias que melhoram a experi√™ncia audiovisual.

Documentamos com eventos como o que ocorreu em 1969, quando a antena Multibanda da Televés foi galardoada com a medalha de ouro e o Grande Prémio no XVIII Salão Internacional de Inventores realizado em Bruxelas. Ao lado podemos ver o diploma, a medalha e o trofeu recebido, que recordamos hoje como um dos primeiros reconhecimentos internacionais à nossa capacidade de inovação

Novas tecnologías

HEVC, a √ļltima fronteira no desenvolvimento de compress√£o de v√≠deo

A evolu√ß√£o dos sistemas de compress√£o de v√≠deo desde o MPEG2 (1995) at√© ao H.264 (2003) tem o seu √ļltimo escal√£o no HEVC, aprovado em 2013
HEVC, a √ļltima fronteira no desenvolvimento de compress√£o de v√≠deo

HEVC consegue uma redução do bit rate de quase 50% com respeito a antecessor H.264.

O HEVC √© o resultado de um esfor√ßo conjunto entre o Grupo de especialistas de codifica√ß√£o de v√≠deo do ITU e ISO/IEC MPEG (Moving Pictures Experts Group). O primeiro deles permite a cria√ß√£o e adop√ß√£o de standards de telecomunica√ß√Ķes enquanto o ISO/IEC gere os standards para as ind√ļstrias electr√≥nicas.

O HEVC é o inevitável sucessor do H.264 na codificação de vídeo e foi desenhado seguindo uma planificada evolução na codificação de vídeo. Em particular, os benefícios que trás o HEVC são verdadeiramente significativos, pois consegue uma média na redução da taxa binária de 50% para uma qualidade de vídeo determinada comparada com o H.264, maior qualidade de vídeo para taxas binárias similares ou uma melhor interoperatividade optimizada através de uma sintaxes que simplifica a implementação.

As aplica√ß√Ķes de HEVC s√£o numerosas e evidentes. Em primeiro lugar para v√≠deo em streaming a dispositivos m√≥veis. E √© que uma redu√ß√£o do bit rate de quase 50% se traduz em poupan√ßa directa de custos de distribui√ß√£o por parte dos operadores m√≥veis. Isto n√£o ter√° que entregar, para uma qualidade de v√≠deo determinada, a mesma quantidade de dados que o H.264. Unido √†s novas t√©cnicas de v√≠deo streaming (HLS, DASH), o HEVC potenciar√° plataformas de distribui√ß√£o de v√≠deo OTT (Over The Top) que complementam a distribui√ß√£o de v√≠deo linear. Obviamente, o hardware dos dispositivos m√≥veis dever√° ser capaz de descodificar HEVC.

Por outro lado, HEVC também contribui a alavancagem da alta resolução de vídeo 4K e 8K. Ter-se-á em conta, por exemplo, de que uma resolução 4K deve utilizar o quádruplo de pixeis que uma resolução 1080p, a eficiência proporcionada pelo HEVC faz com que o broadcasting no TDT e satélite 4K seja uma realidade.

O HEVC significa dar um grande passo à frente na tecnologia de compressão de vídeo. Proporciona um conjunto adicional de ferramentas e algoritmos, em vez conceder capacidades de processamento em paralelo para optimizar a eficiência, permitindo fluxos de vídeo de maior qualidade e resolução, e melhorias com respeito aos sistemas de codificação actuais, em geral proporcionando ao utilizador uma quantificada melhoria de qualidade de experiência.

A codifica√ß√£o HEVC encontrar√° aplica√ß√Ķes em muitos campos entre os que podemos citar a difus√£o (TDT, cabo e sat√©lite), distribui√ß√£o IPTV ou sistemas de videovigil√Ęncia, principalmente

An√ļncio

Televes Corporation, o poder das sinergias

Televes Corporation, o poder das sinergias